Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




#vermelhoembelem

15.01.21

Ora pois que hoje ao abrir o instagram ao final do dia (que por aqui mesmo em confinamento trabalha-se e bastante, não há tempo para redes sociais senão quando o expediente acaba) fui surpreendida por imensas imagens de mulheres e homens de lábios pintados de vermelho e com a hashtag #vermelhoembelem. Fiquei confusa, mas de imediato calculei que fosse mais um "brilharete" do candidato André Ventura. E claro que era, não foi preciso pesquisar muito para perceber a polémica. Está certíssimo, nada lhe dá o direito de destratar as pessoas quando se sente ameaçado ou até só porque é parvo. Porque é isso que ele é, entre muitas outras coisas. Para mim um ser execrável e não de agora. 

Mas nisto tudo houve uma coisa que me encanitou. Ontem, em Castelo Branco, não se coibiu de insultar tudo e todos, inclusivamente de chamar de subsidiodependentes um grupo de pessoas se manifestou contra ele. Aquilo chocou-me, sabe lá ele da vida de cada um. Mas não vi ninguém insurgir-se contra isso.  Pode não ser tão grave (para mim é) como insultar outra candidata, mas devia ser repudiado pela opinião geral também. 

Uma coisa há que concordar, nada lhe dá o direito de andar para aí a insultar tudo e todos, mas nada se pode dizer ao "menino" que fica muito ofendido. Coitadinho do crocodilo (ler cucudilo como na anedota). Se quer ser respeitado tem de se dar ao respeito.

Quando os insultos entram no machismo e sobre a imagem das mulheres, com o intuito de as descredibilizar, a coisa pia mais fino, claro está. Tenho pena de não ter um batom vermelho, que até aqui colocava uma foto de lábios pintados de vermelho. 

Entretanto ao jantar bebi um copo de vinho tinto, como faço todos os dias, e brindei, lembrando-me de Jerónimo de Sousa, a quem a dita criatura chamou de avô bêbado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:28


3 comentários

Imagem de perfil

De mami a 16.01.2021 às 07:09

eu adoro um belo batom vermelho, mas o tinto fica sempre bem
o problema do discurso de ventura é que conquista muita gente! o que muito nos diz da nossa sociedade
Imagem de perfil

De nada acontece por acaso a 16.01.2021 às 12:59

Acredito que esta polémica lhe valha uma perda de votos, ou pelo menos assim o desejo...
Imagem de perfil

De mami a 16.01.2021 às 14:07

Amém!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.



Mais sobre mim

foto do autor


bertrand


Instagram


2021 Reading Challenge

2021 Reading Challenge
Cátia has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D



Comentários recentes