Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Há já alguns treinos que não escrevo o meu corrida report (shame on me), mas devia para mais tarde recordar a minha evolução na corrida. Faço este sobre o treino de ontem, que foi o meu primeiro treino de trail a sério.

Estava entusiasmada com este treino, a minha estreia no trail, pois o trail que se faz aqui no Jamor, quase não pode ser chamado de trail, depois da minha experiência de ontem. Nem a hora, o ponto de encontro era às 08h45m, na Barragem do Rio da Mula na serra de Sintra, nem o frio dos últimos dias me demoveu.

Antes da hora marcada já lá estava e estava mesmo muito frio. Lá fui equipada com casaco, gorro e luvas, só não levei o cachecol porque me esqueci. Logo para começar uma subida valente, não fosse o percurso serra acima, por meio de árvores, troncos e folhas, trilhos e pontes de acácia, tipo percurso de obstáculos. Foi subir, subir, subir, e eu sempre para trás em relação ao grupo. Para trás mas sempre acompanhada por um elemento da crew do Correr na Cidade, claro, porque a política deles é mesmo essa não fica ninguém para trás. Sempre a puxarem por mim, sempre com um incentivo, sempre a dar as melhores dicas. Fizemos várias paragens, ou melhor, o grupo fez, pois esperavam pelo grupo de trás para reagrupar, e assim foi o trajecto todo. Ainda pensei deixar o treino, pois senti-me literalmente como uma empata para o resto do grupo. Mais uma vez, a Liliana prontamente me disse que não senhora, que era tolice, afinal era o meu primeiro trail, era normal eu ficar mais para trás. Se estava cheia de frio ao início, rapidamente aqueci tal foi o esforço físico que fiz e tive de me despir. O Pedro Luís, da crew, foi um querido e na mochila dele guardou o meu casaco, gorro e luvas, bem sabendo que se estava a ser difícil os extras ainda me atrapalhariam mais. Só tenho a agradecer-lhe. Foram quase duas horas e meia de treino, pelo caminho até perdi uma parte da aplicação que uso para registar os treinos, quando me caiu a armband enquanto tirava o casaco. Só dei por isso um quilómetro e tal depois. Foi um treino muito difícil, talvez só comparável ao meu primeiro treino em que pensei que morria. Ontem, alturas houve que pensei o mesmo, exagero bem sei. Até de rabo no chão andei para descer alguns dos pontos mais íngremes de descida, e por duas vezes ia indo ao chão por derrapagem, sendo que numa delas quase trazia o João Figueiredo comigo pois ele estava a ajudar-me a descer e não me largou, aguentou firme e hirto. Fizemos duas paragens de alguns minutos, em dois locais com paisagens de cortar a respiração, particularmente quando paramos na Pedra Amarela, em que a vista é quase de 360º. Impressionante, quase me esqueci do esforço que foi chegar até lá. Não se pense que a descer é mais fácil pois alguns percursos mais inclinados a força necessária para conseguir descer é brutal. A maior dificuldade de todas que senti o percurso todo foi mesmo o calçado inadequado. Não tenho ténis de trail e claro estás que não ia gastar dinheiro para um treino de que não sabia se iria ter continuidade. Escorreguei muitas vezes em alturas que se tivesse ténis de trail não teria escorregado. Fui de rabo ao chão quando os outros não iam, mas era a solução possível. Agora que sei que gostei, vou aproveitar os saldos para arranjar uns ténis, no próximo trail já não me apanham desprevenida. Não me esbardalhei, diz a crew que derrapar não conta :)

Aos membros dacrew João Figueiredo que foi o meu fiel companheiro a maior parte do percurso, à Liliana (mais uma vez a querida Liliana), ao Luís moura sempre a dar um bom conselho, ao Nuno Espadinha, um grande bem hajam e um obrigada daqueles sem fim. Graças a eles sei que vou voltar aotrail na certa, por muito difícil que seja, e se é. Os restantes membros e ao grupo todo, que acaba por entrar no espírito do Correr na Cidade, foram fantásticos, sempre a puxar por mim quando me viam chegar para reagrupar, também só tenho a agradecer.

Treino sintra trail.jpg

Hoje doem-me os músculos das coxas como já não me doíam desde os primeiros treinos que fiz. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:08

Ontem lá fui no meu primeiro treino com as Just Girls, que foi também o primeiro trail e gostei muito de participar nesta iniciativa. Mesmo conhecendo parte do percurso e estando quase em casa, ia com algum receio (tolices minhas), tipo quando lá chegasse como seria, como identificaria o grupo, diria o quê, enfim... Assim que cheguei tudo passou, só me senti algo estranha pois todas conheciam alguém, menos eu, devia ser das poucas que estava sozinha. Mas como não sou garota de me atrapalhar com estas coisas rapidamente me passou. O ponto de encontro era às 9H00 e tipicamente "tuga" eram 9h27 e ainda não tinham chegado todas as inscritas, que aliás foram chegando a conta gotas. Às 9H30 lá iniciámos o aquecimento, fácil, fácil. O espírito, a motivação e a postura da running crew é muito boa. À chegada ao ponto de encontro fizemos o check-in e recebemos logo um dos brindes deste treino os elásticos invisibobbles para usarmos e testarmos logo durante o treino.

O treino dividiu-se em três grupos: corrida 10km, corrida 5km e caminhada 5km. Primeiro saiu o grupos dos 10km, seguidos  pelo grupo dos 5km e só depois saímos nós o grupo da caminhada. Gostei do espírito de grupo, da política do não fica ninguém para trás e gostei da prova em si. Nunca tinha feito trail e achei muito engraçado. A Joana Malcata (que liderava a equipa) ainda se baralhou por duas vezes no percurso, mas foi muito giro ainda assim. Achei que iria ser muito mais puxada a caminhada, mais díficil o percurso, no final fiquei com um gostinho de soube a pouco. Afinal podia ter arriscado a corrida dos 5km. Mas foi um princípio e nestas coisas é preciso é começar. Venha o próximo treino (trail ou não) que eu desde que possa lá estarei firme e hirta. Go Girls!!!

 

Os invisibobbles são mesmo bons e em todo o treino não tive de refazer o rabo-de-cavalo uma única vez. Aprovadíssimo, não escorregou, cabelo sempre bem preso até ao fim. Já sabia que haveria amostras de protector solar Bioderma, assim como outros produtos da marca, mas não sabia que haveria para aplicação antes do treino e como lula que sou, saí de casa já protegida. Para as desprevenidas lá estava e ninguém saiu escaldado.

A água de coco Cocomax no final quando o calor já apertava soube mesmo bem para repor a hidratação. Para casa trouxémos outros gifts bem simpáticos. A reter que a inscrição foi a custo zero.

Fharmonat; Vitamina-te; Fruut; Happy; Protex Sport;

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:29

Depois da minha inscrição para o treino Just Girls "Go Trail" parece que fiquei com o bichinho da corrida outra vez. Embora o meu treino seja o de caminhada, não vejo a hora de chegar a dia 12 e enfrentar este desafio. Lá estarei às 09h00 cheia de vontade. "Sábado vai ser fantástico". Quero mesmo voltar às corridas e aos meus corrida reports e sempre que der e puder será com esta malta do Correr na Cidade. Ontem dei por mim com uma imensa vontade de ir correr ao final do dia, mas foi dia de ir levar os meninos ao que foram de férias para o pai, a coisa atrasou um bocadinho e depois há a minha mãe que tem de comer e fazer medicação a horas certas e já não deu.  

 

E não e que o meu post Correr na Cidade deu direito a destaque no Sapo Blogs? Gosto tanto. Obrigada ao Sapo! Espero que este tema seja outras vezes motivo de destaque, é muito bom sinal. Se já estava entusiasmada com este treino, fiquei ainda mais!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:32


Mais sobre mim

foto do autor


bertrand




Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D



Comentários recentes