Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Desde há uns anos que a cada novo ano lectivo eu corria este mundo e o outro (que exagero...), ou melhor corria todos os bancos de manuais escolares usados, para arranjar os manuais para os meus filhos. Descrevi alguns episódios aqui e aqui. Os últimos anos foram os mais difíceis, não só pela escassez de manuais mas também pela constante actualização que os programas curriculares que faziam os manuais ficarem obsoletos num ápice. Ainda me aconteceu ter de comprar um ou dois, porque os que arranjei não foram aceites pelos professores. Os meus filhos têm quatro anos de diferença e nunca consegui aproveitar um manual que fosse de um para o outro. Para o ensino profissional, que a mais velha frequentou nos últimos três anos, então não arranjava nada. 

Este ano a atribuição de manuais gratuitos estendeu-se ao alunos do secundário também, felizmente. A que preço, de hoje a amanhã, logo se verá. Foi com espanto que ainda em Março deste ano recebi um email da escola a dar esta informação e a solicitar confirmação dos números de contribuinte do pai e da mãe para a nova plataforma dos manuais e que estava a ser tratado pela escola. Assim que foi possível fiz o registo e foi aguardar que a escola emitisse os vouchers. 

Quando ia atrás dos manuais, por norma antes de ir de férias já tinha os manuais todos. Sempre gostei de tratar de tudo atempadamente. Este ano e por ser o 10.º ano, havia que aguardar as notas dos exames nacionais e como tal os vouchers demoraram a estar disponíveis. Eu bem espreitava a plataforma Mega, quase diariamente, mas nada. No passado dia nove, sexta-feira, finalmente recebi o email com os vouchers. Aproveitei ter uma Livraria Bertrand, parceira Mega, lá no local de trabalho e fiz logo a encomenda. A previsão seria de uma semana de prazo de entrega. Felizmente logo na terça-feira seguinte, estavam disponíveis para levantamento. Foi fácil, fácil. Foi só levar os vouchers, a livraria sabe logo quais são os manuais e é só aguardar.

Em conversa com algumas colegas e até familiares percebi que nem toda a gente está bem a par de como obter os manuais gratuitos para os filhos e/ou educandos. No meu caso por ser o primeiro ano em que o ensino secundário está abrangido, os manuais são todos novos, mas para outros anos, já abrangidos anteriormente, os manuais são levantados nas escolas. Se houve alteração do manual anteriormente usado pela escola, funcionam os vouchers para troca na livraria. 

No final do ano lectivo os manuais são devolvidos à escola e convém que em bom estado ainda. Se assim não for é necessário pagar os ditos. Atenção a isso. A livraria tem um serviço de encadernação para salvaguardar os manuais. Eu optei pelas capas de encadernação da AMI que me sobraram ainda do ano passado e vou comprar mais um. São super fáceis de utilizar e protegem mesmo.

O Puto ficou todo contente pois ao fim de uns anos valentes volta a ter todos os manuais novos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:18

Contei aqui a minha saga dos manuais escolares, que quase me fazia perder a esperança de conseguir arranjar os ditos para este ano lectivo. Na altura, nos comentários deram-me umas boas dicas, que muito agradeci. Entretanto na passada semana voltei à carga, aliás foi o meu marido que se fez ao caminho, e conseguiu arranjar quase todos os manuais. Neste momento falta-me apenas o de matemática, que ainda poderei conseguir, mas mesmo que não consiga, é muito bom só ter de adquirir este. 

O site da Reutilizar.org está também actualizado, para não acontecer a mais ninguém o que me aconteceu a mim e acredito que a muitas outras pessoas. 

Confesso que vi o caso mal parado, mas agora estou muito contente por ter conseguido os manuais reutilizados. Insiste, persiste e não desiste .

Cada vez mais acho que os manuais se devem reutilizar sempre, já que não são gratuitos como o ensino é, mas este tema dá pano para mangas e assunto para outro post.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

De há alguns anos para cá, que a cada início de ano lectivo recorro aos bancos de manuais usados. Sigo as dicas do site Reutilizar.org e tenho-me safado bem. Mas este ano a coisa não está fácil. Na segunda-feira fiz a minha primeira incursão na saga dos manuais, fui a um dos parceiros do Reutilizar e bati com o nariz na porta. Era uma papelaria (onde já fui em anos anteriores) e já não existe, está fechada e com ar de abandono, deve estar fechada há meses. Pensei para com os meus botões - quem mandou ires à confiança e não confirmares se os locais para as trocas ainda são os mesmos? Conforme pensei, assim fiz antes de ir a outro sítio. Parceiro e endereço confirmado, terça-feira lá fui eu, nova busca e de novo nariz na porta. Ou melhor o local existe, só que com nova cara (agora pertence a um grande grupo de distribuição) e já não é ponto de troca de livros usados. Lembrei-me das bibliotecas municipais e liguei para a que me fica mais próxima. Diz que tem livros sim, mas muito poucos, também recebe mas apenas edições a partir de 2015 devido às alterações dos programas curriculares dos últimos anos. Ainda assim, ontem tentei a minha sorte. Não correu bem, sorte não é o meu forte. Levei livros usados que tinha, mas não trouxe nenhum.

Isto da reutilização dos livros estar a crescer tornou-se uma ameaça brutal para as editoras. Resultado, entram em acção os "lobbies" (não sei se é assim que se escreve), o ministério da educação dá uma ajudinha, e vá de estabelecer novas metas curriculares e lixar os pais e encarregados de educação que se vêm obrigados a comprar manuais novos. Mesma matéria umas páginas mais à frente ou mais atrás, troca capítulos e disposição dos mesmos e voilá, os manuais usados vão deixando de ser válidos cada vez mais. A rede de reutilização deixa de fazer tanto sentido pois é cada vez mais difícil reutilizar.

Outra das grandes tendências é a venda de manuais usados em tudo o que é site de vendas. Correndo o risco, quem compra de comprar manuais desactualizados. Eu não compra aqui, nem vendo, é uma opção.

Para já não desisto de continuar a minha saga pela busca de manuais usados. Alguns dos locais de trocas que conheço estão fechados durente o mês de Agosto, mas lá irei quando abrirem. Entretanto já comecei a fazer contas à vida e comparações de preços nas livrarias online e afins. A ver o que isto vai dar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:48


Mais sobre mim

foto do autor


bertrand


Instagram


2021 Reading Challenge

2021 Reading Challenge
Cátia has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide




Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D



Comentários recentes