Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Confessei aqui e aqui que sou fã do festival Rock in Rio. Para mim é "O" festival. Estava entusiasmada com o cartaz deste ano, principalmente com o dia dos Foo Fighters, dos The National entre outros. 

Saiu hoje a notícia que já era previsível, o Rock in Rio foi adiado. Assim que ouvi pensei, deve ser para Setembro, mas não foram mais longe e o Rock in Rio foi adiado para 2021. Se por um lado é mais um ano à espera, por outro são dois anos seguidos de festival. Há que ver o copo meio cheio, certo? A ver vamos qual o cartaz no próximo ano, acredito que sofra alterações.

O comunicado explica melhor, nas palavras de Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio

Sonhar e fazer acontecer são dois dos motores do Rock in Rio e duas ferramentas para vencer qualquer desafio. Também agora neste momento inesperado, que afeta a generalidade dos Portugueses (e de praticamente todo o mundo), não podemos deixar de o fazer. 

Assim, e conscientes desta realidade, temos ao longo destes últimos dias estudado vários cenários que nos possibilitem continuar a levar a alegria às pessoas, criando momentos inesquecíveis. Das várias opções avaliadas, todas implicariam retomar as montagens da Cidade do Rock num momento que acreditamos ainda não ser favorável (maio), pelo que tomámos a decisão de alterar as datas da 9.ª edição do Rock in Rio Lisboa para os dias 19, 20, 26 e 27 de junho de 2021, com a certeza de que esta será uma edição ainda mais mágica e especial. A festa está no nosso ADN e é esta partilha de emoções, esta energia revitalizante que queremos continuar a oferecer. E em 2022 estaremos de volta para a 10.ª edição, não deixando sequer espaço para a saudade e retomando a festa "nos anos pares".  

Os bilhetes já adquiridos manter-se-ão válidos para as novas datas, ficando os dias em aberto até confirmação do cartaz. Iremos aguardar pelo levantamento do estado de emergência para partilhar outras informações dirigidas aos portadores de bilhetes, assim como novidades relativas a cartaz.

Até lá, o nosso desejo é apenas um: vamos continuar a sorRiR! Porque é sorrindo que vamos vencer mais essa e é sorrindo que, todos juntos, iremos voltar a aproveitar a música, o entretenimento e a cultura, num futuro próximo.

Captura de ecrã 2020-04-03, às 22.29.01.png

image.png

Venha de lá esse 2021 que este ano não está a deixar saudades.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:51

No que diz respeito a concertos e festivais de verão, de facto este ano está ao rubro e confesso que tenho muita pena de não poder assistir a nenhum. Foram os Bon Jovi (banda eleita do meu coração, Jon meu quiducho anda cá que eu não te aleijo), foram os Muse, foram os Imagine Dragons (uma tão recente e fantástica descoberta) são os Kings of Leon que adoro, no Optimus Alive, são os 30 Seconds to Mars (ai Jared, Jared...), no Marés Vivas, assim de repente são os que me lembro. Ah... já para não falar também do James Morrisson, do Jamie Cullum, do Djavan e Maria Gadú (maravilhosos), da Diana Krall, afinal ainda me lembrei de mais uns quantos. Estes os de minha eleição já para não falar em tantos outros.

Isto tudo a propósito de quê mesmo?! Ora pois que da minha surpresa perante a afluência de público a cada novo concerto ou festival. Crise?! Qual crise?

Pelos vistos só na minha carteira é que não há dinheiro. Ou então há muita gente a passar fome para poder ir ver, ou permitir que os filhos vão ver um qualquer concerto. O país e todos nós afinal, atravessamos uma tremenda crise económica, que deixa tudo e todos à beira da ruptura e ainda assim há concertos esgotados ou quase.

A mim resta-me, aproveitando que é já ali ao lado de casa, ouvir os concertos a decorrer no Optimus Alive. A esperança essa é a última que morre, resta-me esperar que no próximo ano possa lá estar e que o cartaz seja mais uma vez o melhor cartaz de sempre, afinal o Optimus é o Optimus!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:38


Mais sobre mim

foto do autor


bertrand


Instagram


2021 Reading Challenge

2021 Reading Challenge
Cátia has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide




Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D



Comentários recentes