Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



As férias este não são dadas a grandes programas, confesso que ainda não me sinto confiante o suficiente para me meter em molhadas e confusões. A somar, o marido não está de férias, somos eu e os miúdos. Estamos a fazer o melhor com as circunstâncias que temos e tem sido bem bom.

Segunda-feira levámos a avó a passear e ela ficou tão contente. Coisas simples fazem momentos e memórias tão bons. Foi um dia que nos deixou de coração cheio. Começámos por ir escolher um novo telemóvel, pois o da avó já há algum tempo que estava a dar as últimas. O complicado foi escolher um telemóvel o mais básico possível, coisa que rareia nas lojas hoje em dia. Mas conseguimos e com a vantagem de ser baratinho, por € 29,99 fizemos a festa. Depois fomos almoçar ao Bitoque no Ponto da Justa Nobre, a ideia era não demorar muito, que o programa estava só a começar, mas que não tivesse ela de se preocupar em fazer o almoço para todos. Dali rumámos ao nosso destino final que eram o Parque das Nações e o Oceanário. Passeámos, andamos de teleférico, comemos gelados e por fim visitámos o Oceanário que a avó adorou e onde nunca tinha ido. B5E31A37-2844-4B03-ACA5-83FF4ED6DB58.jpeg5D2E7515-7498-4DCB-97B6-4B81A491D645.jpeg159036F1-D164-4D90-A1C4-4C603ED0AC90.jpeg7A09E966-24A4-4D47-A767-5E0BDB100AAC.jpeg

No Oceanário embora tentassem fazer cumprir as regras e medidas de segurança, com imensos dispensadores de gel desinfectante, sinalética e marcas no chão a lembrar o distanciamento de segurança, o difícil é ver as ditas regras cumpridas. As pessoas esquecem-se facilmente ou então não estão nem aí, e isso incomodou-me qualquer coisa. Já o uso de máscara é plenamente cumprido, assim como o controlo de número de entradas. No geral acho que correu bem. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:48

Férias

26.08.20

Este ano as férias de verão são bem curtinhas, são as possíveis. Uma semaninha apenas, por isso há que aproveitar da melhor forma. Ideias não faltam, vamos fazer o possível. Balanço a meio da semana: fomos ao miradouro das Amoreiras, fomos ao LX Factory, levámos a avó a passear e a visitar o Oceanário, fomos à praia num dos nossos locais preferidos, Troia. Hoje por uma complicação minha de saúde fazemos uma pausa nos programas, mas ainda assim iremos levantar os óculos novos da mais velha e aproveitar para comprar o material escolar do mais novo, afinal as aulas estão apenas a três semanas de distância. Os planos seguem de vento em popa para os próximos dias. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:43

Férias dia 6

27.07.19

O dia hoje este bem farrusco. Choveu, esteve vento e até algum frio. Dormi mais um bocadinho de manhã depois de uma noite muito mal dormida com pesadelos e sei lá mais que inquietações. Aproveitámos para preparar os próximos dias que serão na Ilha da Armona, foi preciso fazer compras e organizar a logística da coisa. Veio mesmo a calhar. Também deu para descansar a pele do sol, que isto de ser quase lula tem que se lhe diga e não há camadas de protector que me valham. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:54

Praia, praia e praia. Tudo bom, portanto, e cansativo . A praia está excelente, a água podia estar como no ano passado e seria perfeito, ainda assim não me canso de banhos de mar. A praia, para mim, é da beira da água para dentro. Qual foca, eh eh.

A cria mais nova já voltou, o coração já sossegou um bom bocado. Está tudo a correr bem com a cria mais velha, o que também ajuda. 

A continuar assim e com a perspectiva de uma viagem até à Ilha da Armona, os próximos dias prometem. 

Boas férias a quem está de férias e para quem ainda está a trabalhar, pensem que estarei a trabalhar quando estiverem de férias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:43

Pela primeira vez desde que sou mãe, há dezanove anos, vim de férias sem as crias. A mais velha ficou porque está a trabalhar, o mais novo está de férias com o pai. Ela não pode mesmo vir ter connosco, ele está de volta amanhã. São só quatro dias sem ele e já me faz diferença, agora sem ela de todo, está a custar-me mais. 

Ponto positivo, ir à praia sem ter sempre alguém a dizer alguma coisa ou a chamar, oh mãeee :), não ter de estar sempre a dizer, não pisem a minha toalha (é um clássico), coloquem o protector, cuidado com a areia, etc., etc. 

Está a ser difícil gerir sentimentos, emoções e ansiedade. Falta-me parte de mim. É o que é, eles não são meus, ou melhor são, mas são do mundo também e a vida acontece e não vão estar eternamente debaixo da minha asa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:55

Férias dia 2

23.07.19

Uma noite dormida um bocadinho em sobressaltos, que ainda não interiorizei as férias completamente. Já a manhã foi uma manhã sem pressas. 

Depois, a primeira ida à praia deste ano. Coisa boa. As saudades que eu tinha disto. Mar e mais mar e pé na areia. Pele salgada, cheiro a maresia e sol com fartura. Não fosse um pequeno sobressalto com a cria mais velha que ficou sozinha em casa por estar a trabalhar e teria sido perfeito. 

74F8DDE2-00EF-4698-84A8-C2C8538F4A18.jpg

F15046AA-82AF-42A6-8B68-243FF468DC42.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01

Férias dia 1

23.07.19

De férias finalmente! Não via a hora. Que duas semanas do demo estas últimas... já passou. 

Ontem foi o primeiro dia de férias e mesmo tendo de ir ao trabalho durante a manhã, foi um dia bom. O destino era Portimão, mas fomos em modo passeio. Fomos até Évora, Reguengos, Mourão, Amareleja, Moura, Alqueva, Vidigueira e Beja. E o calor? Demasiado para quase todos, absolutamente maravilhoso para mim 😊🔥. Como fazer-me feliz? Levar-me para o calor. Sair do carro e sentir o ar quente na rua, meu rico Alentejo. E as paisagens? Planícies imensas a perder de vista. Estradas municipais e regionais com paisagens, aldeias e lugares incríveis. Adorei a vila de Mourão onde as ruas e as casas pareciam saídas de um postal ilustrado. Tudo tão arranjadinho. Tive pena do Castelo estar fechado por motivo de derrocada, mas estão a deitar-lhe a mão. Ainda assim a vista é fenomenal. O Alqueva sempre deslumbrante. Ir até à Amareleja, onde estive como peixe na água, estava mesmo muito calor. Tinha curiosidade de conhecer este local que é sempre o mais quente de Portugal. 

Por fim chegar ao destino cansada, mas feliz e ter à espera a família para aquele reencontro sempre especial.

IMG_3851.JPG

6BF31C3D-03D2-4296-9185-0F1F6791E915.jpg

IMG_3867.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:21


Mais sobre mim

foto do autor


bertrand


Instagram


2021 Reading Challenge

2021 Reading Challenge
Cátia has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D



Comentários recentes