Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Foi o in-fer-no!!! Sim, exagero meu, mas estava a ver que não conseguia. Finalmente já está. Ufa! Trocando isto em miúdos: este ano a renovação das matrículas escolares são unica e exclusivamente online. No passado Domingo recebi um email da directora de turma a dar as respectivas indicações e prazos para a dita renovação. Seriam de 26 de Junho a 5 de Julho, pensei ok tenho uns dias. Como nestas coisas não gosto de deixar para a última, na terça-feira fiz a primeira tentativa. E tentei durante horas, nada feito. Nos dois dias seguintes voltei a tentar e foram mais horas a várias horas diferentes do dia. A página não carregava, quando conseguia a sessão expirava, a página fechava, depois deixou mesmo sequer de permitir colocar o endereço na página web, enfim houve de tudo um pouco. Quinta-feira à tarde, preocupada e a ver o prazo a passar, resolvi ligar para a escola. Confirmaram que sim, que estava a acontecer isso, que tinha de continuar a tentar e a insistir (como se eu nem estivesse a trabalhar nem nada, mas estou portanto não posia estar todo o dia naquilo). Também me disseram que o prazo tinha sido alargado para dia 12 de Julho. Disse que não fazia ideia, não tinha tido essa informação por parte da DT. Resposta: assim que entra, a informação está no site. Mas eu não consigo aceder ao site, respondi. Pois..., foi o comentário que obtive. Adiante. Continuei sempre a tentar, até à meia-noite e mesmo mais tarde tentei, às sete da manhã, hora de almoço, etc. Sempre sem sucesso. 

Hoje de manhã, uma colega que sabia deste meu desespero, ligou-me a dizer que tinha visto no facebook uma publicação de alguém a dizer que tinha conseguido fazer a matrícula. Larguei tudo o que estava a fazer, agarrei-me ao computador, com pouca esperança confesso, e qual não foi o meu espanto quando consegui ir fazendo cada passo da renovação até ao fim. Habemus matrícula efectuada! Nem sei bem como. Agora já estou descansada. Constatação, o site é uma treta, o formulário não é nada intuitivo, os campos cujo preenchimento são por escolha nas opções disponíveis demoram a carregar, parecendo que a opção que precisamos não consta, tive imensas dúvidas, mas lá consegui e isso é que importa. 

É tudo para facilitar, para agilizar e tendo em vista a modernização administrativa, certo? A verdade é que foi um processo tudo menos fácil, já para não dizer enervante. Acredito que não serei a única a achar o mesmo. 

Para alguém mais distraído, as matrículas são aqui:

https://portaldasmatriculas.edu.gov.pt/pdm/#/portal/home 

Captura de ecrã 2020-07-04, às 14.07.17.png

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:41

"Até que enfim! Finalmente! Estava a ver que nunca mais!" Estas foram as palavras mais ditas e repetidas pelo meu filho, quando cheguei a casa do trabalho na sexta-feira. Estava mesmo aliviado. Estava ele e estava eu. Foi um desafio do caraças este 3.º período de lectivo de aulas à distância. E nem me posso queixar muito, que o puto foi super responsável, não falhou uma única aula e cumpriu todas as tarefas propostas. As queixas por aqui são que se aprendeu pouco, para não dizer muito pouco. A matéria leccionada até à vinda para casa, tudo bem, daí para a frente é que foi pouca. Ou melhor, os professores enviavam as matérias e respectivas tarefas em quantidades claramente superiores ao desejável. Alguns professores deviam esquecer-se que os miúdos tinham outras disciplinas, tal era o volume de tarefas atribuídas. Dias houve que às sete da tarde, por aqui, ainda se faziam tarefas para cumprir com o solicitado. O tempo de aulas online foi sempre insuficiente para novas matérias e o tempo para dúvidas foi nulo. Em resumo, os professores despejaram matéria e os miúdos tiveram de se desenrascar como puderam. As notas baixaram qualquer coisa e não houve possibilidade de recuperação. O puto terminou o décimo ano sem qualquer negativa, mas está preocupado com as médias para a faculdade. O décimo ano ficou um bocadinho esquecido por quem manda nisto tudo, sem aulas na televisão, que eram só até ao nono ano, e sem aulas presenciais, aqui apenas os 11.º e 12.º foram tidos em conta. A verdade é que as notas do décimo também valem para a média.

É o que é e foi o possível devido à situação de pandemia que atinge todo o mundo. Preocupa-me ouvir que se calhar o início do próximo ano lectivo será em moldes semelhantes, ou com idas à escola semana sim, semana não. A ver vamos o que nos espera. Uma coisa é certa, este já está! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:07

Desde há uns anos que a cada novo ano lectivo eu corria este mundo e o outro (que exagero...), ou melhor corria todos os bancos de manuais escolares usados, para arranjar os manuais para os meus filhos. Descrevi alguns episódios aqui e aqui. Os últimos anos foram os mais difíceis, não só pela escassez de manuais mas também pela constante actualização que os programas curriculares que faziam os manuais ficarem obsoletos num ápice. Ainda me aconteceu ter de comprar um ou dois, porque os que arranjei não foram aceites pelos professores. Os meus filhos têm quatro anos de diferença e nunca consegui aproveitar um manual que fosse de um para o outro. Para o ensino profissional, que a mais velha frequentou nos últimos três anos, então não arranjava nada. 

Este ano a atribuição de manuais gratuitos estendeu-se ao alunos do secundário também, felizmente. A que preço, de hoje a amanhã, logo se verá. Foi com espanto que ainda em Março deste ano recebi um email da escola a dar esta informação e a solicitar confirmação dos números de contribuinte do pai e da mãe para a nova plataforma dos manuais e que estava a ser tratado pela escola. Assim que foi possível fiz o registo e foi aguardar que a escola emitisse os vouchers. 

Quando ia atrás dos manuais, por norma antes de ir de férias já tinha os manuais todos. Sempre gostei de tratar de tudo atempadamente. Este ano e por ser o 10.º ano, havia que aguardar as notas dos exames nacionais e como tal os vouchers demoraram a estar disponíveis. Eu bem espreitava a plataforma Mega, quase diariamente, mas nada. No passado dia nove, sexta-feira, finalmente recebi o email com os vouchers. Aproveitei ter uma Livraria Bertrand, parceira Mega, lá no local de trabalho e fiz logo a encomenda. A previsão seria de uma semana de prazo de entrega. Felizmente logo na terça-feira seguinte, estavam disponíveis para levantamento. Foi fácil, fácil. Foi só levar os vouchers, a livraria sabe logo quais são os manuais e é só aguardar.

Em conversa com algumas colegas e até familiares percebi que nem toda a gente está bem a par de como obter os manuais gratuitos para os filhos e/ou educandos. No meu caso por ser o primeiro ano em que o ensino secundário está abrangido, os manuais são todos novos, mas para outros anos, já abrangidos anteriormente, os manuais são levantados nas escolas. Se houve alteração do manual anteriormente usado pela escola, funcionam os vouchers para troca na livraria. 

No final do ano lectivo os manuais são devolvidos à escola e convém que em bom estado ainda. Se assim não for é necessário pagar os ditos. Atenção a isso. A livraria tem um serviço de encadernação para salvaguardar os manuais. Eu optei pelas capas de encadernação da AMI que me sobraram ainda do ano passado e vou comprar mais um. São super fáceis de utilizar e protegem mesmo.

O Puto ficou todo contente pois ao fim de uns anos valentes volta a ter todos os manuais novos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:18

"...preço médio dos cabazes de manuais escolares, por ciclo de ensino, que varia entre os 34,7 euros, para o 1.º ciclo, e os 189,1 euros, para o 3.º ciclo." Este excerto da notícia "Quem gasta mais dinheiro nos livros escolares?" é do site da Radio Renascença, mas é um bocadinho igual, mais palavra menos palavra, nos outros sites de informação assim como o que ouvi nas notícias na rádio hoje de manhã.

Mas aqui a grande questão é: como é que me é possível gastar "apenas" 189,1 euros, se nas mais variadas livrarias, onde já fiz a simulação para aquisição dos livros do meu filho que vai para o 7º ano, os valores andam todos à volta de 242,00 a 260,00 euros? E sem contar com as disciplinas cujos manuais são de aquisição facultativa e aproveitando os descontos de aquisição online.

Na mesma notícia pode ler-se também - ""Os manuais deste ano de escolaridade, bem como os respectivos cadernos de actividade, estão também disponíveis (...) nas livrarias", acrescenta o comunicado da APEL." - Ora aqui é que está o cerne da questão, as contas são feitas apenas aos manuais, mas a realidade é que as escolas e professores pedem também os cadernos de actividades, e se os alunos não os tiverem têm consecutivas faltas de material. Os ditos para além de usados para TPC também são utilizados nas salas de aula. Portanto são obrigatórios sem ser. Redundante bem sei, mas é a realidade.

Senhores das notícias não vão só atrás do que diz a APEL porque a realidade desfasa um bocadinho (para não dizer bastante, até).

Este ano tal como nos anos anteriores vou tentar arranjar manuais reutilizados nos bancos de livros escolares, se bem que alguns livros da lista terem a expressão "nova edição", já me dizem que à partida tenho mesmo de comprar novos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:17

1º dia de aulas

15.09.14

Hoje foi o 1º dia de aulas à séria das minhas crianças. Novos horários implicam novas rotinas e levantar ainda mais cedo que nos anos anteriores. Confesso que me custou um bocadinho levantar, dormi mal (pior que o habitual, vá) com as dores nas pernas devido à corrida de ontem (diz o ditado que quem corre por gosto não cansa, por isso aguenta!) e por causa da chuva imensa que caiu durante a noite. Ainda pensei que seria pior o acordar hoje, mas também eu estava ansiosa com o regresso às aulas e acordei ainda antes do despertador, mas apetecia-me imenso ficar ali mais um bocadinho. Os meninos levantaram-se sem refilar, o que é raro. O Manuel estava tanto entusiasmado como nervoso com o regresso à escola e a este novo ciclo que se inicia. Está tão crescido este filho já no 5º ano. A Bárbara logo para começar tem um dia e tanto, só sai às 17h30, num dia bem preenchido. Agora os dois levam almoço de casa portanto mais uma coisa para preparar de manhã. Mas tudo correu bem e isso é que conta. Agora é mãos à obra e muito estudo pela frente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:02

Já falta pouco

15.06.12

Estamos na recta final. Esta semana foi de muito trabalhinho e o saldo tem sido positivo. Um dia estuda-se português no outro matemática, pausas para comer e pouco mais. Até eu estou cansada desejosa que os malfadados exames passem e termine assim finalmente este ano lectivo que parece não ter mais fim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:18


Mais sobre mim

foto do autor


bertrand


Instagram


2021 Reading Challenge

2021 Reading Challenge
Cátia has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide




Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D



Comentários recentes