Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Não gosto da expressão quarentena, por isso digo sempre isolamento. De quarentena estão as pessoas infectadas, a meu ver.

Bem, mas e então esse isolamento como vai? Por aqui com muito trabalho. Oiço e leio meio mundo, ou mais até, a queixarem-se que estão aborrecidas, que estão fartas de estar em casa, que já não aguentam as crianças, que já viram tudo o que eram séries e leram todos os livros que tinham para ler, etc. Não sei o que é essa realidade. Estou em casa há uma semana e só aos fins-de-semana é que não trabalho. No passado fim-de-semana fiz e a preparar a semana que se avizinhava fiz uma limpeza "daquelas" em casa no sábado, no domingo descansei e de segunda a sexta-feira buli que me fartei. Tenho acesso ao computador e telefone do trabalho e continuo a trabalhar como se nada fosse. Aliás ainda tenho mais trabalho, porque com cancelamento e suspensão de há que desfazer o que já tinha sido feito. E temos também a ferramenta zoom, que desconhecia até aqui, e estamos todos ligados no universo CCB, é um corropio o dia inteiro. O trabalho à distância é mais exigente do que no escritório, disso não tenho dúvida. E mais cansativo também, pelo menos mentalmente. Chego ao fim de cada dia com o cérebro feito em papa. 

Só saí de casa uma vez para ir ao supermercado, como descrevi no post anterior, depois disso foi o marido por duas vezes. Cá em casa somos quatro e os frescos fazem sempre falta. Também saio para ir passear o canídeo, tarefa que fazemos por dividir, sempre dá para arejar as ideias à vez.

Agora queixar-me de demasiado tempo livre? Não, de todo pelo contrário. Ainda não coloquei séries em dia, não li mais do que meia dúzia de páginas do livro que tento ler há algum tempo, não consegui assistir a nenhumas das actividades gratuitas, que neste tempo de contenção, foram disponibilizadas, como concertos, visitas virtuais a museus, etc. E tanta coisa eu gostava de fazer. Não vejo a hora de descansar um bocadinho também. E também passei a semana praticamente afastadada das redes sociais.

Numa fase inicial estava previsto estarmos em casa até dia cinco de Abril. Já fomos informados que essa data foi prolongada até ao fim do mês. 

Só espero que isto tudo passe e que fiquemos todos bem. Vamos ficar todos bem, quero muito acreditar nisto. 

Protejam-se, cuidem-se, projetam e cuidem dos vossos. Usem e abusem de video chamadas para estarem com quem mais gostam. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:01


8 comentários

Imagem de perfil

De omeumaiorsonho a 22.03.2020 às 18:09

Eu ando mais cansada em casa do que quando ando a trabalhar!
Imagem de perfil

De nada acontece por acaso a 23.03.2020 às 09:36

Tal e qual! É impressionante não é?
Imagem de perfil

De belitaarainhadoscouratos a 24.03.2020 às 09:31

Aqui igual, muito trabalho durante a semana e pouco tempo para fazer o que a maioria do pessoal faz agora para passar o tempo: séries, livros, jogos... a única coisa que faço é ouvir música mas só porque posso fazê-lo enquanto trabalho
A sério que acho que ainda tenho menos tempo. Ou então são as expectativas criadas pelos outros: ah, agora é que vou pôr tudo em dia.
Cuidem-se
Imagem de perfil

De nada acontece por acaso a 24.03.2020 às 11:56

Tal e qual, vou ouvindo música e alguns podcasts, porque são a única coisa que me permite continuar a trabalhar sem interrupções.
Cuidado e proteção
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.03.2020 às 09:57

Eu vim hoje para casa.
É um stress. A minha filha a chamar-me de um lado, as gatas a querer atenção, o marido que só quer conversa.
Um pc que tem que ser dividido entre o meu trabalho e os trabalhos da escola da minha filha.
Imagem de perfil

De nada acontece por acaso a 24.03.2020 às 11:58

Assim ainda é mais difícil. Felizmente cá em casa há mais que um pc.
Já os bichos (gatos e cão) andam felicíssimos de terem gente em casa
Imagem de perfil

De Miss Lollipop a 24.03.2020 às 15:09

Também por aqui se está em teletrabalho. Com tudo sempre ligado. Dá para gerir melhor o tempo e fazer algo duma assentada só sem interrupções inúteis e conversas paralelas.
Agora fazer aquilo a que me tinha proposto??? Ah, ah, ah. No meio do trabalho, dos afazeres da casa, dos miúdos , das cadelas, do meu pai, nem 1/5 daquilo a que me tinha proposto fazer.
Também vejo imensa gente a queixar-se que já não sabem mais o que fazer.... Será possível?
Imagem de perfil

De nada acontece por acaso a 24.03.2020 às 17:45

Não entendo mesmo quem se queixa. Eu tenho muito mais trabalho.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


bertrand

Dia dos Namorados 2020 - Mrec

Instagram


2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Cátia has read 0 books toward her goal of 14 books.
hide




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D



Comentários recentes