Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Fui em peregrinação a Fátima pela segunda vez e que diferente foi da primeira. Dizem os peregrinos que por lá andam há muitos anos que cada peregrinação é diferente de qualquer outra. Pude confirmar o quanto isso é verdade. No ano passado o medo do desconhecido, de não conseguir cumprir o objectivo, de não estar à altura, o facto de estar ainda à procura de me reencontrar com a minha fé, moldaram a peregrinação. Este ano ia muito mais liberta de pensamentos, deixei-me ir e entreguei-me por completo. Senti uma leveza que me impressionou. Fiz quase todo o percurso a sentir que tinha asas nos pés, sem qualquer esforço físico mesmo nos percursos mais difíceis. Nem sei explicar o que aconteceu. A leveza física contrastou com a carga pesada que me acompanhou com tantas coisas complicadas a acontecer na minha vida e à minha volta. Rezei muito, pensei muito, partilhei muito e partilharam também muito comigo. A cada etapa percebi coisas que não tinha percebido na peregrinação anterior, dei valor a pormenores, agradeci cada paisagem naqueles caminhos rurais. O nosso país tem sempre capacidade de me surpreender. Apanhei chuva e mais chuva e depois calor e mais calor. Rezei muito, mas também reflecti muito. Pedi muito, mas também agradeci. E como é bom agradecer. Fiz a cada dia, mentalmente, um diário da gratidão. Surpreendi o Padre Hermínio quando lhe disse que mantenho esse diário no blog. Usei muito pouco o telemóvel e nada mesmo as redes sociais. Que viagem incrível. Mais uma vez à entrada do Santuário fui vencida pelas emoções e foi impossível conter as lágrimas. Sentimento de objectivo cumprido e cada vez mais confiante que de quero seguir mais e mais este caminho da fé cristã.

8A1DEEE6-94C6-499D-A8E0-A8D13D3387CE.jpg

(à chegada)

IMG_3649.JPG

(a procissão das velas)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:03


20 comentários

Imagem de perfil

De nada acontece por acaso a 14.06.2019 às 09:52

Não é sequer possível colocar em palavras. Qualquer relato fica muito aquém da realidade, só experienciando se pode dar o valor.
Foi maravilhoso.
Quanto aos teus comentários, embora tardios são sempre bem vindos

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


bertrand


Instagram


2021 Reading Challenge

2021 Reading Challenge
Cátia has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide




Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D



Comentários recentes