Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Agrupamento de Escolas de Miraflores, têm este fim-de-semana uma iniciativa de louvar. Tem várias a acontecer com alguma frequência, mas esta agrada-me particularmente. É a campanha de limpeza da praia de Algés e eu e os meus filhos lá estaremos a dar o nosso contributo a esta causa.

Limpeza areal Algés.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:36

1º dia de aulas

15.09.14

Hoje foi o 1º dia de aulas à séria das minhas crianças. Novos horários implicam novas rotinas e levantar ainda mais cedo que nos anos anteriores. Confesso que me custou um bocadinho levantar, dormi mal (pior que o habitual, vá) com as dores nas pernas devido à corrida de ontem (diz o ditado que quem corre por gosto não cansa, por isso aguenta!) e por causa da chuva imensa que caiu durante a noite. Ainda pensei que seria pior o acordar hoje, mas também eu estava ansiosa com o regresso às aulas e acordei ainda antes do despertador, mas apetecia-me imenso ficar ali mais um bocadinho. Os meninos levantaram-se sem refilar, o que é raro. O Manuel estava tanto entusiasmado como nervoso com o regresso à escola e a este novo ciclo que se inicia. Está tão crescido este filho já no 5º ano. A Bárbara logo para começar tem um dia e tanto, só sai às 17h30, num dia bem preenchido. Agora os dois levam almoço de casa portanto mais uma coisa para preparar de manhã. Mas tudo correu bem e isso é que conta. Agora é mãos à obra e muito estudo pela frente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:02

Mais um ano lectivo que começa. Amanhã é dia de reuniões, minhas e deles e segunda-feira é dia de aulas. Novo ano, para um, sinónimo de novo ciclo (o terrível 5º ano), para outro, fim de ciclo e ano de exames nacionais (9º ano a quanto obrigas). Novos horários para gerir, entradas, horas de almoço e saídas, apoios e sei lá mais o quê. Tudo isto implica acordar muito mais cedo e sermos cinco a despachar de manhã. Socorro... ainda não estou preparada para isto.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:47

Este final de ano foi dose, aliás são todos, mas este em particular custou-me muito. Parecia não mais ter fim. Se por um lado o puto no 4.º ano teve exames nacionais que implicaram trabalhos dobrados e muito estudo, a Bárbara no 8.º ano, que se diz o mais difícil do 3.º ciclo. A par de tudo isto a avó (minha mãe) doente que veio viver connosco e tudo o que isto implica.

O puto tal como era de esperar teve muitos boas notas, passando (transitando, como se diz no meio escolar) para o 5.º ano com distinção. Não fosse o (mau) comportamento e a hiperactividade e teria feito ainda melhor, crê a professora e creio eu. Teve classificação 5 no exame nacional de matemática, meu rico filho, já no de língua portuguesa ficou pelo 4, ainda assim com notas finais de 4 e de muito bom a estudo do meio. É um traquinas, é irrequieto, mas é um bom menino sem dúvida. A ver vamos como corre o 5.º ano, sendo que é um ano em que tudo é novidade, tudo é diferente, mais disciplinas, um professor diferente para cada uma delas e não há professora Filomena para deitar água na fervura quando o comportamento e a atitude não são os melhores.

A Bárbara, mesmo sendo o 8.º um ano difícil, foi surpreendentemente o ano em que obteve melhores resultados. Notas mais altas nos testes ao longo do ano com uma ou outra excepção. Resultado quatro quatros e uma negativa, muito bom para uma criança com NEE. É assim também que me lembro do meu 8.º ano, muito difícil. Se o 7.º ano acaba por ser um ano mais de consolidação do segundo ciclo, o 8.º tem tudo de novo, muita matéria, maior grau de dificuldade, muitos trabalhos para fazer e apresentar, etc.. E este é sem dúvida o calcanhar de Aquiles da Bárbara. Detesta trabalhos e se forem de grupo pior um pouco. Neste campo o ano foi um martírio, para ela (que não os queria fazer) e para mim (que insistia para que os fizesse). Não podendo executar as aulas de Ed. Física na prática, a alternativa foram os relatórios de aula e trabalhos sobre as várias modalidades praticadas na disciplina. Só neste período e sobre pressão (minha, da professora, da directora de turma) realizou e apresentou os vários trabalhos solicitados ao longo do ano. Uma tolice dela, foi muito mais complicado assim, mas conseguiu finalmente ter positiva. A negativa que se mantém é o Inglês. Fico tristíssima, pois se há disciplina na qual eu a consigo ajudar é esta. E o pior ainda é que tenho a certeza que ela não consegue apenas por embirração. Aquiles e negativa à parte, para os bons resultados deste ano e deste período, a colocação do implante coclear fez sem dúvida diferença. Ouvir melhor, a mudança de turma e o muito trabalho em casa. Como NEE tem mais aulas que os outros meninos com as aulas de apoio às várias disciplinas e também a professora de EE (que por acaso este ano deixou um bocadinho a desejar). O inglês foi penalizado sem aulas de apoio pois a professora acumulava da direcção de turma não tendo disponibilidade para os apoios. Consequência das medidas de contenção tomadas pelo ministério.

Este já está. Estão de parabéns os meus filhos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:27

No que toca ao assunto exames nacionais, cada pérola é melhor que a anterior. Esta semana o Manuel não vai ter aulas nem hoje nem quinta-feira, pois a professora titular de turma está destacada para correcção dos ditos exames. A escola num discurso politicamente correcto, pede ao abrigo do artigo x do decreto-lei xpto, que os meninos nesses dias não vão à escola. Ainda diz que os meninos que forem, serão distribuídos por outras salas, o que sempre me complicou um bocadinho com o sistema confesso e que também é prática habitual quando a professora falta. A pesada "máquina" burocrática que faz este país mexer é indescritível...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:06

E já está o de matemática também! Manuel 2 - Nervos 0. Embora houvesse muito nervosismo, já não havia o factor desconhecido, e isso ajudou. Mesmo com medo do grau de dificuldade, afinal também achou fácil, mas não tanto como o de português. Agora há que esperar por dia 12 de Junho que saiam as notas dos ditos exames. Boa puto!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:06

O de português já está! Manuel 1 - Nervos 0. Estava todo contente quando o fui buscar: "Foi super fácil mamã! Não custou nada, tive tempo para tudo."

Depois do exagero, de tudo o que se disse e fez, os meninos puderam perceber que afinal não era nenhum bicho papão. Isto tudo irritou-me um bocadinho e pelo que vi em tudo quanto foi Telejornal, Jornal da Noite e afins, a comunicação social também ajudou à festa da tolice.

A ver vamos como corre o de Matemática que é já na quarta-feira. É sempre a disciplina mais fácil para o Manuel, as expectativas são boas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:50

Exames Nacionais

18.05.14

Esta semana há exames nacionais para alguns milhares de alunos em fim de ciclo, como é o caso do puto cá de casa que está no 4.º ano. Que são exames nacionais, sim senhora, que contam para a nota do final de ano tudo bem, mas aterrorizarem as crianças com isso parece-me absolutamente despropositado. É coisa séria e importante, é, até porque para os meninos do 4.º ano é a primeira vez que passam por uma avaliação assim, com tempos cronometrados, com outros professores que não o de todos os dias, noutra sala de aula (no caso do Manuel), ou até outra escola (para tantos outros meninos), mas não é um bicho de sete cabeças, não é nada do outro mundo. Tem sido um exagero tudo o que se diz e passa às crianças por causa dos ditos exames, a começar na professora, que quer parecer-me está com mais medo que os alunos, e os pais que fazem disto quase um exame de fim de curso da faculdade, como se a vida futura dos miúdos dependesse disto.

Na reunião de pais, do início deste período, deu para perceber que tanto a professora como os pais estavam a exagerar sobre a questão, havendo até um pai que extrapolou a questão de uma forma que até me chocou. Perguntou à professora se no caso de o filho não ter a nota máxima (é o melhor aluno da turma) poderia repetir o exame na segunda chamada. Só pensei - Oi?!... estas crianças, são só crianças ainda e estão no 4.º ano... isto é tão desnecessário... para quê tamanha pressão. Outros pais acusavam a professora de não ter preparado os meninos suficientemente bem, que a matéria tinha sido dada à pressa. Eu outra vez - Mas isto é um exame de final de ciclo, logo abrange os quatro anos que passaram e não só o que estão a dar agora... Se calhar sou eu que sou demasiado descontraída, sei lá. 

Sendo o Manuel um dos melhores alunos da turma, estava bastante descansada com a questão dos exames. Fomos falando sempre sobre o assunto, já tem desde o início do ano um manual de apoio e preparação, de onde tem conseguido com bastante facilidade fazer os exercícios e fichas, mas há umas semanas comecei a notá-lo nervoso, preocupado e até ansioso com o assunto. A professora (pressionada ou não) quase que lhes incute medo, atitude que condeno completamente, como se não fosse suficiente o desconhecido que enfrentam para os afligir.

Resultado, a pedido do Manuel e com o meu acordo, claro, para o ajudar a sentir mais confiança, acabei por comprar mais um manual de preparação que ele já completou quase na totalidade e sem grandes dificuldades. Deixou apenas, por indicação minha, um dos exemplo de prova global para realizar amanhã já depois do exame de português, uma vez que depois já não há aulas e vem cedo para casa. O fim-de-semana foi de muito estudo, a Bárbara também tem testes importantes esta semana. Custa-me tanto estes fins-de-semana em que não podemos aproveitar mais o solinho e o tempo bom que faz lá fora. Verdade seja dita que assim é também porque como era fim-de-semana do pai, mas ficaram para estudar, vão depois do lanche para jantar com o pai.

As férias estão a menos de um mês, está quase.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:03

Tanto se fala sobre o ensino no nosso país, ora pelos professores, ora pelo ministro e as suas estapafúrdias decisões, ora pelos próprios alunos, entre tantos outros temas sempre tão actuais. Polémicas à parte, este início de ano na escola da Bárbara, pelo menos com a turma, a coisa até estava benzinho. Tinham todos os professores atribuídos (coisa rara), os horários não sofreram alterações e nova direcção na escola. Ora pois que foi sol de pouca dura. Há três semanas que não têm directora de turma, que adoeceu e não mais apareceu, os professores têm faltado bastante, e ontem então foi o auge do descalabro, conseguiram só ter uma disciplina num dia inteiro de aulas e ainda assim a professora adoentada também, mandou os alunos saírem mais cedo da aula. Está bonito, está, está.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:17

Ando há que tempos a tirar horas das compensações ou dias de troca, para ir às reuniões das escolas dos miúdos, e só agora quando perguntei quantos dias ainda tenho para gozar, é que soube que desde 2009 temos por lei direito a 4 horas de ausência ao trabalho, por trimestre e por educando, para comparecer às ditas reuniões. Fantástico...eu faço cada coisa... Diz o ditado e é bem verdade: "Quem não sabe é como quem não vê".

Em abono da verdade se diga que quando a coisa não é demorada a minha chefe nem justificação me pede, mas com a representação dos encarregados de educação a coisa é diferente. Cada reunião demora no mínimo 1h30 a 2h, mais assuntos a tratar com o director de turma entre outras coisas, eu acabo para não pedir uso as trocas. Tótó!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:14


Mais sobre mim

foto do autor


bertrand


Instagram


2021 Reading Challenge

2021 Reading Challenge
Cátia has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide




Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D



Comentários recentes