Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A meter água

09.02.12

Foi como começou o meu dia de ontem. Na verdadeira acepção da expressão. Quando me levantei para ir acender o esquentador para ir tomar duche, vi o chão do hall de entrada molhado, logo pensei, tonta da cadela que fez chichi no corredor. Coitada da bicha, que logo levou com as culpas. Mas conforme me aproximo da cozinha, acendo a luz e um imenso lençol de água e para a marquise pior um pouco, aí a água dava-me pelos tornozelos, foi um horror. Havia água por todo lado, na dispensa, debaixo dos armários, à porta de casa, enfim. A rosca do tubo da máquina da roupa partiu-se e a água saía em esguicho, foi lindo. Primeiro de estremunhada que estava do sono, só pensava, ou melhor não pensava, como é que vou limpar isto? Nunca na minha vida tinha visto tanta água dentro de casa. Foi um amanhecer diferente, vá. Rapidamente acordei, e estive mais de uma hora a apanhar água pela casa fora, foram baldes e baldes de água, só visto mesmo, achei que não acabar nunca. A água estava geeeeelada, fiquei com os pés a as mãos a doerem, acho que até a alma me doía de tanto frio. Só a meio da manhã me recompus.

No meio desta barafunda, a Bárbara chegou atrasada à escola e o Manuel em cima da hora, e a mim valeu-me eu chegar sempre bem cedo ao trabalho e ainda assim consegui chegar a horas.

Rescaldo quando cheguei a casa, as uniões dos tacos do chão do hall levantaram, é estranho pisar o chão e sentir as irregularidades, a varanda essa ficou limpa como há muito não era, porque a embalagem do detergente da roupa ficou completamente ensopada, rasgou e a água já era com detergente, foi um dois em um. Ainda não sei se as máquinas da roupa e loiça funcionam, porque ainda não as pude voltar a ligar, o aspirador esse funciona, valha-me isso, a ração do cão e dos gatos escapou e a areia dos gatos só ficou assim para o dura, vá, na parte de baixo do saco.

As coisas que me acontecem... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:51



Mais sobre mim

foto do autor


bertrand




Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2019
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2018
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2017
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2016
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2015
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2014
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2013
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2012
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2011
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2010
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2009
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D



Comentários recentes