Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Hoje o blog fez 10 anos, marco que não podia deixar de assinalar, afinal não é tão pouco tempo assim e serão poucos os blogs que perduram tanto tempo. A surpresa foi ver o este post em destaque no sapo blogs e ainda tive direito a um post dedicado pelo blog A Morada dos Dias de João Ferreira Dias. Fiquei ainda mais vaidosa deste meu cantinho. Ainda tive imensos comentários e as visitas e visualizações dispararam. Estou de coração cheio neste dia.

Destaque_2 25-09-2019.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:20

10 anos de blog

25.09.19

decimo-aniversario-com-fogos-de-artificio_23-21475

Diz o calendário e o arquivo do blog também, que este blog faz hoje dez anos. Assim de repente, e como se de um filho se tratasse, como é que isto aconteceu tão depressa? Lembro-me bem do meu primeiro post e da alegria que senti ao publica-lo. A minha vida tinha levado uma reviravolta tremenda há pouco tempo. E o que a minha vida voltou a mudar (ou as volta que a vida deu) nestes dez anos? Nada está como há dez anos, ou melhor, mantenho o mesmo trabalho, isso está igual. 

Por norma não releio o que escrevi, só por estes dias reli alguns posts mais antigos. Nunca eliminei ou sequer alterei posts escritos e publicados. Fazem parte de mim e da minha história, se em devido tempo fizeram sentido, são para ficar. A vida é assim também, não se apaga nem faz edita. É o que é. Este blog é um registo da minha vida que prezo muito. Já recorri algumas vezes ao arquivo para me recordar de uma ou outra situação. A minha memória já não é o que era. Se algum dia "desmemoriar" (não sei se esta palavra existe) este registo estará cá para me lembrar quem sou e quem um dia fui, do que em tempos senti, pensei e pelo que passei. 

Alturas houve que pensei em desistir, mas acabei sempre por voltar. O blog cresceu, já foi destacado muitas vezes e sinto sempre orgulho quando isso acontece. Gosto de ser de ver o blog em destaque e gosto de ler outros destaques. Assim descobri muitos blogs que fazem hoje parte das minhas leituras diárias. E que bom é fazer parte desta família do sapo blogs. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:30

Aqui está um tema que mexe comigo e muito. Eu sou muito mais de agradecer do que de pedir. Nem sempre fui assim, a vida ensina muito e ainda bem. Hoje em dia agradeço e lembro-me de agradecer pelas mais pequenas coisas. até aquelas que ninguém dá o devido valor. Coisas que só colocamos em perspectiva quando passamos por determinadas situações. Faz-me muita confusão quem só pede e acha que está sempre de mal com a vida. É tão bom agradecer. Pela saúde que tenho, pelo trabalho, por ter um tecto, comida na mesa e roupa para vestir. Pelos meus filhos, que se estão a tornar pessoas integras de bom coração. Por cada conquista da minha filha neste mundo tão difícil para com quem é diferente. Ser surdo não é doença, mas é uma limitação aos olhos da sociedade. Pelos dias de sol que este país à beira-mar plantado são mais que noutros países por esse mundo fora. Por, há quatro ou cinco anos, ter descoberto as minhas irmãs (filhas do meu pai). Pelos amigos que são família. Pelo blog que mantenho quase há dez anos nesta família do sapo blogs e os seguidores que tenho. Em resumo pela vida que tenho, que longe de ser perfeita ou um conto de fadas é  perfeita do seu jeito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:17

Demos início, no passado fim-de-semana, à missão destralhar. Missão que continuei neste fim-de-semana e que pretendo continuar nos próximos. E que empreitada isto vai ser. Fico sempre surpreendida com a quantidade de tralhas que somos capazes de acumular ao longo da vida. Roupa que deixámos de vestir, ora porque deixou de servir, ora porque já está mais gasta, ora porque deixámos de lhe achar tanta graça. Bugigangas (colares, pulseiras e afins) que já não usamos, tralhas que nos vão dando ou que vamos guardando porque pode vir a dar jeito, todos os trabalhos dos miúdos na creche, filmes que nunca mais pretendemos voltar a ver, eu sei lá. Até algumas peças de mobiliário que fomos herdando e que já não nos fazem sentido. Enfim, um sem número de coisas e razões que nos fazem acumular de tudo um pouco. Não vou entrar em exageros nem tão pouco adoptar o minimalismo, mas a verdade é que quero muito continuar esta empreitada. A quantidade de coisas que já deitei fora, outro tanto de roupa que doei, e não vou a meio sequer ainda. O grande desafio será mesmo destralhar a arrecadação, mas não vai escapar, quero muito levar esta empreitada até ao fim, preferencialmente sem desvios ou devaneios.

E o bem que me tenho sentido com esta mudança? Uma sensação de leveza, até. Que bom é destralhar. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:49


Mais sobre mim

foto do autor


Instagram


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Cátia has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Comentários recentes