Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Desde que tenho a E. a trabalhar lá no gabinete que aproveito muito melhor as minhas horas de almoço. Se dantes me deixava ficar pelo gabinete e comia qualquer coisa enquanto passava os olhos nas notícias, blogs, facebook e instagram entre outros, agora levo sempre almoço feito de casa e fazemos sempre qualquer coisa, desde passear nos jardins, espreitar as lojas das redondezas e principalmente a livraria, ver exposições ou ir até à beira rio. E que bem que isto me tem feito. Precisava mesmo de alguém que me espicaçasse. Que partilhasse gostos, interesses e ideias.

No verão, quando a comida não pede aquecimento, fizemos questão de almoçar nos jardins. Achava eu que era loucura, qual quê. A quantidade de gente que faz o mesmo e não são só turistas. A parte engraçada são as bichezas, gaivotas, patos, pombos e pardais, a meterem-se com as pessoas a ver se lhe toca alguma coisa. Espertos, acabam quase sempre por lucrar qualquer coisa. Agora com frio e chuva já não apetece nem dá. Isso sim seria loucura. 

Ontem tal como temos feito sempre que há sol, íamos dar a nossa voltinha, quando reparámos que não havia fila para os Jerónimos (coisa inédita desde a primavera até para aí a semana passada) e pensámos ir lá espreitar. Sem bem pensámos, melhor o fizemos. Visitámos a igreja, que por incrível que pareça, eu já não visitava há mais de vinte anos. Continua linda, devo dizer. Que igreja imponente. Como é possível há centenas de anos fazer-se um monumento como aquele (bem sei que outros há). 

A partir da próxima semana passamos a ter uma hora de almoço ao invés da actual hora e meia, ainda assim não deixaremos de aproveitar da melhor forma as horas de almoço.

IMG_2587.JPG

(Companheiros de almoço no verão)

IMG_2653.JPG

(Neste dia sucumbimos ao pecado da gula à sobremesa)

IMG_2810.JPG

IMG_2813.JPG

(de ontem, a igreja dos Jerónimos)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:34

É certo e sabido que não fã do Natal, não é de hoje é de sempre. Mas não é por aversão, acho que é um exagero o Natal chegar mais cedo a cada ano. Ainda estamos no rescaldo das férias e já há um ou outro sururu sobre o Natal. Chegados a finais de Outubro e depois em Novembro já é Natal por todo lado: lojas, centros comerciais, ruas, etc. O apelo ao consumismo é impressionante. Ainda não é Dezembro e já estou cansada. Tenho alguns colegas de trabalho que já fizeram a árvore de Natal, assim como alguns instagrams que sigo mostram orgulhosamente as ditas, como se o Natal fosse já amanhã. A árvore de Natal, diz a tradição, deve fazer-se no primeiro domingo do advento, que é quatro semanas antes do Natal. Será tudo pressa? O Natal não se vive à pressa, pelo contrário. O Natal é uma celebração, a do nascimento de Jesus, e nos dias que correm poucos são os que se lembram disso. As pessoas vivem na loucura e pressa desenfreadas, a ver que gasta mais e dá o melhor presente, desvirtuando o significado das lembranças do Natal.

Para mim o mês do Natal ainda está para vir, a árvore faz-se no ínicio de Dezembro (a bom rigor, este anao seria a dia dois) e é durante esse mês que sinto o Natal. Gosto de ver as luzes nas ruas, gosto da comida e dos doces de Natal, mas não o faço à pressa, isso incomoda-me. 

Também se diz que o Natal é quando o homem quiser, eu confesso que não concordo. E à pressa então, muito menos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:26

Foi preciso chegar a esta idade para descobrir que afinal gosto de dióspiros. Cada maluco com a sua pancada. Mas eu explico. Em miúda lembro-me de a minha avó comprar dióspiros e de mos dar a provar, detestei. Eram moles, cheios de fios e deixavam uma sensação de aspereza na língua e na boca. Blhec!

Este ano vi uma colega, ao almoço, comer uma fruta cor de laranja, durinha e com um cheiro muito agradável. Perguntei-lhe o que era. "São dióspiros!", disse com alguma surpresa do meu desconhecimento. Mas os dióspiros não são moles?, perguntei eu ainda mais surpreendida. Lá me explicou que são dióspiros de roer, e deu-me a provar. Adorei. Na vez seguinte que fui ao supermercado, ao invés de nem para eles olhar, fui à procura dos ditos de roer, e lá estavam eles. Comprei três a medo. Seriam mesmo iguais aos que tinha provado? Pois que eram. Desde aí sempre que vou às compras lá venho com os meus dióspiros. Tem sido um fartote. "Quem não sabe é como quem não vê", diz o ditado e mais uma vez certíssimo.

IMG_0207.JPG

Tudo sobre os dióspiros de roer, Perssimon de seu nome aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:08

O vizinho da frente voltou. Ou melhor, não é bem voltou que não é o mesmo, mas tenho de novo um porta aviões fundeado no Tejo mesmo em frente a minha casa. Este é o USS Harry S. Truman e tal como o anterior é um "bicho" de tamanho respeitável, imponente mesmo. Chegou ontem e está por cá até dia 14. É todo um corropio no Tejo. Cacilheiros para trás e para diante, ininterruptamente, navios militares e civis, tudo acontece. Pena o tempo estar miserável, hoje praticamente nem se vê devido ao temporal. Ficam as fotos que tirei ontem.

IMG_2749.JPG

IMG_2755.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:51

Como fã que sempre fui de Queen e de Freddie Mercury, quando soube que este filme ia acontecer, fiquei logo na expectativa para o ver. E assim foi, na passada quinta-feira à tarde fui com marido e filho ver o filme. Adorei!!! Digam o que disserem, com algumas críticas menos positivas, com alguns factos fora de data, eu adorei o filme. Matei algumas saudades do Freddie Mercury e fiquei a saber de coisas de que desconhecia sobre a vida dele e do percurso dos Queen. Lembrei tantas coisas, inclusive o quanto me custou saber da morte do Freddie, até chorei. 

 

 

À noite fizemos uma viagem pelo imenso repertório da banda, dei a conhecer aos meus filhos algumas da minhas músicas favoritas. Vimos vídeos e revi a fantástica actuação dos Queen no Live Aid em 1985.

Que filmaço. Recomendo. Eu irei rever quando estiver disponível em DVD.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:55

Casados Primeira Vista.jpg

Confesso que estou fã deste programa. Já tinha visto o Married at First Sight UK e Austrália, onde houve casos de sucesso nos casamentos. Loucura ou não, eu gosto muito, aliás não perco um episódio. Se por um lado me custa a entender o que leva aquelas pessoas a casarem com desconhecidos, só baseado na escolha de "especialistas", por outro penso e porque não? Relações improváveis podem ter tudo para dar certo. E por mim falo, que estou casada há seis anos com o aquele que era, já depois de nos separarmos, o melhor amigo do pai dos meus filhos. 

No Casados à Primeira Vista há toda a envolvência de um programa que proporciona experiências extraordinárias, que leva ao romance, tudo o que pode ajudar a cimentar uma relação, assim haja vontade. E depois há que cair na realidade e ser capaz de levar o barco a bom porto, que a vida não são só rosas, bem se sabe. Aguardo com expectativa os próximos programas a ver o aquilo dá.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:22


Mais sobre mim

foto do autor


Instagram


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Cátia has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Comentários recentes