Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Na passada terça-feira levei a adolescente cá de casa a ver o concerto do David Carreira nas Festas do Mar em Cascais. Claro está que foi ela e fomos todos. Ela é super fã, adora o David. Sem me descoser muito, queria fazer surpresa, saí cedo do trabalho, e enquanto jantávamos, disse que tínhamos de nos despachar porque íamos sair a seguir ao jantar. Primeiro ficaram surpresos (não é muito habitual sairmos depois de jantar em dia de semana), depois ficaram todos contentes. Quando souberam onde íamos mais surpresos ficaram, tipo - a mãe vai ver o David Carreira connosco!? Surpresa passada, primeiro foi o êxtase da adolescente, depois veio o "medo". "Oh mãe, um concerto se calhar é melhor não, eu não sei se me vou sentir bem, depois está lá toda a gente a cantar e a dançar e não sei se é bem a minha onda." Lá tive de combater a insegurança e a falta de confiança e baixa auto-estima da minha filha, pois bem sabia que ela ia adorar. Foi o melhor que fiz. Ela adorou, quase se esqueceu de onde estava e da imensidão de gente à volta e dançou, cantou, deixou-se levar pela música e por todo o ambiente de concerto. No final da noite agradeceu-me e disse que tinha sido espectacular ir ao concerto. À parte dos histerismos das miúdas, até eu achei graça. O moçoilo tem jeito para a coisa, tem interacção com o público sim senhor, há todo um espectáculo ao longo do concerto, mas podia ter um bocadinho menos a mania que é vedeta. O pai não é assim, podia ter aprendido com ele. 

image.jpeg

 (Foto tirada daqui)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:44

Hoje é a inauguração, reabertura é o termo mais correcto, do Pingo Doce do Restelo que esteve umas semanas valentes em obras. Confesso que na altura das obras fui apanhada de surpresa, pois não sabia das ditas e um determinado dia quis lá e bati com o nariz na porta. Vi ontem um cartaz a anunciar que a reabertura e hoje, já que tinha de sair do trabalho há hora de almoço para ir colocar o Euromilhões, dei lá um salto, aproveitando para comprar qualquer coisa para comer, que não trouxe almoço de casa como habitualmente.

Logo cá fora está um carrinho de gelados todo catita, a oferecer gelados aos clientes e à entrada da loja fui agradavelmente surpreendida com a oferta de uma flor. Não sendo de todo novidade a oferta de flores a clientes em ocasiões especiais, é um gesto sempre muito simpático. Confesso que me caiu mesmo bem.

E o que aquela loja melhorou? Foram mesmo umas valentes obras, o espaço está maior, muito organizado, nova disposição, tudo com um aspecto muito clean e dispõe agora de serviços e espaços que vêm colmatar as falhas que tinha anteriormente, nomeadamente talho, peixaria, padaria e espaço saúde. As caixas também têm nova disposição e muito mais funcional. Gostei dos novos cestos de compra e agradou-me de sobremaneira a boas disposição, motivação e simpatia dos funcionários. Oxalá não seja só por ser dia de inauguração e assim se mantenham.

IMG_1958.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:06

Escrevi não há muito tempo este texto, cuja hashtag #prayfortheworld não me sai da cabeça a cada dia que passa. Se por um lado o terrorismo e a guerra continuam ao rubro por esse mundo fora, infelizmente, por outro as catástrofes naturais e não só, não lhe ficam atrás. Incêndios, cheias, e tudo e tudo. Hoje acordamos quase em sobressalto com a notícia da tragédia em Itália. E que tragédia, as imagens de destruição são devastadoras. Que sismo brutal. Que medo, pensar que uma tragédia assim nos pode acontecer cá neste cantinho à beira-mar plantado e que não há nada que o possa prever. Penso sempre nisso, e "egoisticamente" (se é que a palavra existe, duvido) respiro sempre de alívio por não ter sido cá. Não devia, mas penso. Bem sei que o que tem de ser tem muita força, e que nada nos pode livrar de uma tragédia ou catástrofe tão ou maior que estas que se vêem por esse mundo fora. Resta-me mesmo #prayfortheworld com todas as minhas forças, por todos os que são vítimas e por nós para que não venhamos a sê-lo.

Não consigo sequer imaginar o sofrimento, o desespero, a angústia, o desalento que se vive hoje em Itália, nas localidades atingidas e não só. O meu coração hoje está lá.

sismoitalia_amatrice_resgates_240816_fotomassimope

(foto Massimo Percossi/EPA)

sismoitalia_pescaradeltonto_240816_fotocristianoch

(foto Cristiano Chiodi/EPA)

sismoitalia_pescaradeltrono_destruicao_fotocristia

(foto Cristiano Chiodi/EPA)

sismoitalia_pescaradeltronto_240816_fotocrocchioni

 (foto Crocchioni/EPA)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:44

Fui seleccionada pela youzz para experimentar a nova tinta VinylClean da CIN. Quando vi esta campanha pensei cá para os meus botões, isto vinha mesmo a calhar o quarto do puto está tão feio. E estava mesmo, humidade com fartura, manchas grandes e feias, consequência de quem vive à beira do estuário do Tejo. Apressei-me a responder ao questionário de qualificação e fiz figas para ser qualificada. Fiquei mesmo contente quando vi que tinha sido.

Com horários alucinantes e o marido com quase nenhumas folgas ao fim-de-semana, o difícil foi concretizar a coisa (sim, que a parte das pinturas coube-lhe a ele que é um rapaz muito jeitoso para a bricolage). Foi por partes e em vários dias. Ainda por cima, nesta campanha eram os youzzers a levantar os kits ao invés de serem entregues em casa, como habitualmente, e a primeira ida à loja Cin seleccionada não correu bem. O funcionário não sabia de nada, nem de coisa nenhuma, depois lá pesquisou e lá descobriu um e-mail com informações vagas e não sabia o que era para entregar. Só consegui levantar o meu kit na semana seguinte. Resultado, atrasou tudo, da aplicação das tintas à partilha da experiência. Mas tudo se resolveu da melhor maneira e o atendimento na loja desta vez foi muito bom. Para além do branco, a outra cor a aplicar foi escolhida pelo puto (afinal o maior interessado) e foi para o Laranja Vitamina, uma cor bem catita. Escolha feita, fomos aconselhados com todo o profissionalismo, sobre a aplicação, materiais a utilizar,  capacidade de cobertura das tintas, etc..

Como já disse, a empreitada foi feita por fases, e a primeira foi a aplicação do branco. Nós que quando pintámos a casa foi com uma tinta de baixo valor (o que orçamento da altura nos permitiu), notámos uma diferença brutal na aplicação, cobertura e resultados desta Vinylclean. E o toque e efeito depois de seca? Suave, suave.

Branco.JPGA segunda parte da empreitada é que foi um bocadinho mais complicada. A cor era forte, deu algum trabalho, foram precisas três demãos para obter o resultado final. O tempo era pouco e demorou uns dias a conseguirmos terminar. Se ao princípio achei que se calhar tinha exagerado na cor, depois com o resultado final fiquei muito satisfeita. A cor é forte, sim, mas o contraste com o branco faz deste quarto um quarto cheio de vida e boas energias. Viva o Laranja Vitamina!

Claro que nestas coisas de pinturas, e já que foi preciso mexer no quarto todo, desviar alguns móveis retirar outros, eu aproveito sempre para fazer umas mudanças. Neste caso e como a cor era mesmo forte e pedia bastante contraste com branco, acrescentei um móvel (arrumação nunca é demais) e substitui a secretária, que a dele já tinha sido herdada e estava bastante degradada. Como se não tivéssemos já trabalho suficiente eu ainda compliquei mais um bocadinho, quarto para arrumar e móveis novos para montar, só eu. O meu marido quase me excomungou.

Finalmente o quarto do Puto ficou pronto. E está tão giro! O gato Mateu participou e aprovou, como se pode ver nas fotos abaixo.

Gato Escadote.JPG

Quarto.JPG

Desta experiência só tenho um ponto menos positivo a salientar, o kit só incluia as tintas, ora as ditas não se aplicam com as mãos. Eu tenho todos os materiais necessários, só precisei de adquirir a fita de pintura e os plásticos de protecção que já não tinha de pinturas anteriores, quem não tivesse nada teve de adquirir, ou seja a campanha não foi isenta de custos, ainda assim o valor e a qualidade das tintas bem o justificaram.

De resto diverti-me, adorei o novo quarto do Puto, não me canso de lá ir só porque sim, para ver o resultado final. As mudanças fazem-me sempre bem, adoro dar um novo ar à casa e neste caso a mudança foi radical. O Puto adorou e não se cansa de dizer "o meu quarto está tão giro!!". E que assim dure muito tempo, o que é expectável com a Vinylclean, que é lavável, super resistente a brilho e marcas (num quarto de criança ambas característas importantes) e para mim o mais imporante de tudo resistente ao desenvolvimento de fungos e algas (um mal de que este quarto sofria bastante, estava mesmo feio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:46


Mais sobre mim

foto do autor


Instagram


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Cátia has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Comentários recentes