Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Não as minhas, que essas ainda nem começaram. Aguenta e não chora. Dizia eu que acabaram as férias e isso notou-se bem hoje no trânsito logo de manhã. Que diferença... já não estava habituada a ver tantos carros na estrada de manhã. Sem grande confusão ainda, mal era, mas muito mais carros a circular. Presumo que para a semana serão muitos mais ainda e não tarda começam as aulas e pronto, está o caldo entornado. Até meados de Outubro estará a confusão instalada até se entrar no ritmo outra vez e os condutores se habituarem a andar na estrada novamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:53

Há um blog novo na família sapo blogs!!! Chama-se (em) amena cavaqueira e é um blog com muita pinta. É do meu querido amigo Miguel e da sua mulher, a Paula. Este novo blog para além de muita pinta tem um conceito base que acho fantástico, até eu quero aderir. Passo a transcrever: "Pretendemos assim abrir as portas de nossa casa com o objectivo de juntar amigos/comensais para momentos inesquecíveis num ambiente descontraído onde a comida e a boa disposição serão reis."

Se a isto somarmos que eles são um casal bem disposto, ele com jeito brutal para desenhar (as minhas tatuagens foram desenhadas por ele) e para escrever, com um sentido de humor fora de série, ela com uma mão cheia para a cozinha e de um bom gosto imenso para a decoração, entre muitas outras coisas. Entrem, espreitem e comentem e acima de tudo ajudem a que este conceito vá mais adiante.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:41

Pois que este ano não me tem apetecido grandemente. Ou melhor, apetecer, apetece, o que não me apetece é a confusão da ida à praia. Crianças que gritam mesmo em cima de nós, os pais das ditas que gritam ainda mais, que estendem a toalha a menos de um metro das nossas, mesmo que a praia não esteja muito cheia, que falam alto uns com os outros e que contam a vida toda desde pequenos. O que não me apetece é ter os outros a mandar areia para minha toalha porque não olham por onde andam nem como. O que não me apetece é enfrentar filas de trânsito seja para lá seja para cá. Indo ou muito cedo ou ao fim do dia a um deles não escapo. Não se do cansaço, se da idade, a falta de paciência para confusões é cada vez mais.

Apetece-me ir à praia sim, mas a esta em Tróia, onde tirei esta foto, ou a outras que tais. Resultado, este verão só fui à praia duas vezes aqui e ao Creiro (na Arrábida), mas foram dois dias de praia que valeram por muitos mais. Estes dias de praia significam levantar bem cedo da cama, levar o lanchinho atrás e o dia inteiro a a jiboiar. Há lá melhor? (quer dizer há, ir para um qualquer resort e ter tudo à disposição, etc., etc., mas não sendo essa a minha realidade, este dias são do melhor. Perspectiva de férias, está difícil, será provavelmente uma semaninha em setembro (a ver...) mas a ver se ainda consigo aqui voltar este verão.

Tróia.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:07

Estreia hoje nos cinemas, este filme que já vi online há uns dois meses atrás, o filme não é muito recente, nem percebo bem porque só agora estreia no nosso país. É fantástico, gostei mesmo muito. Hilary Swank mais uma vez esplêndida num papel principal e Emmy Rossum (que não conhecia) está muito, muito bem também. Um filme que nos faz por a nossa própria vida em perspectiva, e se de um momento para o outro tudo muda? Um filme que aborda o tema das doenças degenerativas de uma forma incrível, sem pudores (que os há infelizmente), frontalmente e que mostra que embora fatal há que aproveitar o que temos da melhor forma possível, ao invés só ver a piedade e comiseração, mesmo quando a vida fica virada do avesso. É o que acontece com o papel de marido interpretado pelo Josh Duhamel (mais não digo para evitar o spoiler). Gosto particularmente de como é possível fazer a diferença na vida de alguém, neste caso as personagens da Hilary e da Emmy fazem a diferença na vida uma da outra. Brilhante! Recomendo.

  (só um pequeno à parte: que raio de tradução é a deste título?)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:41

Ora pois que cá estou chegada aos 40. O dia não podia ter corrido melhor, gostei muito deste aniversário, contrastando brutalmente com o do ano passado que foi só o pior dia de aniversário de que tenho memória. Mas adiante que isso agora não interessa nada. Se por um lado estava meio tristonha pelos quarenta anos (aquela idade em que já não restam dúvidas, estamos mesmo cotas), por outro não deixam de ser uma idade marcante, os ditos "entas", há que assinalar a data.

No trabalho (sim, trabalho sempre no meu aniversário) a minha chefe tratou de me surpreender com um bolo lindíssimo, numa festinha no gabinete com direito a espumante e tudo. Fazendo cumprir a tradição, quando me preparava para sair para ir buscar o bolo para comemorar com os colegas, saiu-se com um "não vais nada que isso já está tratado". Oi?! Fiquei sem saber o que lhe dizer. Tanto me ouviu refilar que não queria, porque não queria fazer quarenta anos, que ia ser um dia péssimo que não queria sequer comemorar, que achou por bem organizar a festa por mim. Cumplicidades de vinte e um anos a trabalhar juntas (e o que nos aturamos uma à outra senhores...).

Final do dia, jantarinho com a melhor malta que há, a maltinha do meu coração (são poucos, mas muuuuuuuuito bons), amigos que são família e ter pela primeira vez uma irmã para comemorar comigo, pena a outra agora estar longe e não poder estar presente também. Gosto tanto disto de ter irmãs (e giras ainda por cima), mesmo sabendo que sou uma mana mais velha que anda um bocadinho a leste, ainda a aprender a ter irmãs.

Foi um dia de surpresas, comemoração, convívio, festarola, com direito a cantar parabéns duas vezes e com umas prendinhas bem catitas. A que mais me marcou foi a escolhida por mim que fui com o marido comprar e que é uma marca para assinalar estes quarenta anos, um anel lindo de morrer da Bluebird

 

Anel Bow Happy Eternity.jpg

(modelo Bow Happy Eternity)

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:47


Mais sobre mim

foto do autor


Instagram


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Cátia has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Comentários recentes