Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Desde esta semana que passou, que quando saio do trabalho ainda é de dia. Já há umas semanas que não era completamente de noite, mas esta semana que passou foi mesmo a marca da diferença. Os dias já não estão tão frios, e o sol já começou a mudar de posição. É engraçado reparar como o sol muda de posição ao longo do ano, entre o inverno e o verão, e eu que não vivo sem sol, não deixo mesmo de reparar. Tanto na janela do gabinete no trabalho como na janela da sala em casa, é tão bom sentir o sol a entrar. Quando vou à rua com o cão de manhã, os dias têm outro cheiro, já vão dando um arzinho de primavera. Ai, como eu gosto disto, estou farta de frio, dos casacos, das luvas, dos cachecóis e de toda a parafernália associada a estes dias tão frios que se têm feito sentir. Ainda há-de faltar algum tempo até conseguir andar sem os ditos acessórios, mas já não é a mesma coisa, até me sinto mais leve.

Ontem lá estive o final de manhã, depois da piscina, e até às três da tarde, na praia ao sol e com direito a pôr o pé na água e tudo. E a quantidade de gente que por lá andava já em traje de praia? Está mais calorzinho, mas tanto assim também não.

E a chuva nem vê-la, isto vai sair-nos tão caro... Por mim está bom assim, que por muito que me custe a suportar o frio, prefiro o frio à chuva, mas bem sei que nos faz também muita falta, e com a Primavera assim já a querer dar uns valentes ar de sua graça, não há-de chover tão cedo. Confesso que por mim está bom assim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:41

Este Carnaval foi a trabalhar e esteve-se muito bem. Deu para despachar trabalhinho que nos dias ditos normais não se consegue, porque os telefones não param, os fornecedores sempre a chegar, etc. Em contrapartida para todo lado que se ligava ninguém atendia, correio não houve, enfim. Não havia trânsito nenhum, estava tudo fechado por todo o lado, das lojas aos serviços, tudo. Conclusão que eu tiro disto é que foi uma valente palhaçada, tal como o é este governo. Acho muito bem que se aumente a produtividade do nosso país, que temos mais feriados que os outros países, também é verdade, agora a menos de três semanas do Carnaval, ah e tal afinal este ano não há tolerância (bem sei que é apenas uma tolerância e não um feriado, como pensa a maioria), foi de facto uma enorme palhaçada. Se nas supostas oito horas de trabalho, se trabalhasse de facto a produtividade do nosso país estaria bem em alta. A função pública é de facto o pior mas no privado vai-se quase pelo mesmo caminho. Chega-se ao trabalho e vai-se tomar o pequeno almoço, depois pausa para o café (várias), pausa para o cigarro (mais ainda), mais umas quantas conversas de alcova pelos corredores, na fotocopiadora, uma piadola aqui, uma discussão futebolística acolá, mais o tempo se passa no facebook ou quaisquer outras redes sociais, mais uns quantos e-mails pessoais, e das distas oito horas de trabalho se calhar trabalham-se cinco ou seis.

Que este ano nos preparassemos para que deixarmos de ter a dita tolerância, sim senhor, agora assim não me parece que fosse a forma mais correcta.

Os milhares de euros que os municípios que tradicionalmente festejam o Carnaval, já estavam gastos (e quem paga? Todos nós, contribuintes), não é com três semanas de antecedência que se desfazem preparativos de um ano de trabalho. Não é com três semanas de antecedência que se desmarcam mini-férias, o dinheiro esse já estaria perdido. E a maior palhaçada de todas as escolas mantiveram a sua interrupção intercalar (os pais que entretanto tiveram de ir trabalhar que se desenrascassem com o que fazer às crianças - afinal nós tugas somo peritos na arte do desenrascanço), mas os professores e o pessoal não docente nãos estiveram lá, a banca, os seguros entre tantos outros gozaram a tolerância, outros trabalharam, ou era para todos ou não era para ninguém. Mas não condeno, pelo contrário, pois não é a três semanas do acontecimento que se alteram estatutos e contratos colectivos de trabalho. No próximo ano, a ver vamos o que lá vem. Uma qualquer patetice a completar a palhaçada, só pode. Palhaços, todos, é o que são. E nós a termos de levar com eles.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:35

Do dia de hoje

14.02.12

 

Mais um doodle maravilhoso. Não sou de todo dada a estas comemorações, mas que este vídeo está fantástico, lá isso está. E mais importante que tudo, faz tanto sentido...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:43

A meter água

09.02.12

Foi como começou o meu dia de ontem. Na verdadeira acepção da expressão. Quando me levantei para ir acender o esquentador para ir tomar duche, vi o chão do hall de entrada molhado, logo pensei, tonta da cadela que fez chichi no corredor. Coitada da bicha, que logo levou com as culpas. Mas conforme me aproximo da cozinha, acendo a luz e um imenso lençol de água e para a marquise pior um pouco, aí a água dava-me pelos tornozelos, foi um horror. Havia água por todo lado, na dispensa, debaixo dos armários, à porta de casa, enfim. A rosca do tubo da máquina da roupa partiu-se e a água saía em esguicho, foi lindo. Primeiro de estremunhada que estava do sono, só pensava, ou melhor não pensava, como é que vou limpar isto? Nunca na minha vida tinha visto tanta água dentro de casa. Foi um amanhecer diferente, vá. Rapidamente acordei, e estive mais de uma hora a apanhar água pela casa fora, foram baldes e baldes de água, só visto mesmo, achei que não acabar nunca. A água estava geeeeelada, fiquei com os pés a as mãos a doerem, acho que até a alma me doía de tanto frio. Só a meio da manhã me recompus.

No meio desta barafunda, a Bárbara chegou atrasada à escola e o Manuel em cima da hora, e a mim valeu-me eu chegar sempre bem cedo ao trabalho e ainda assim consegui chegar a horas.

Rescaldo quando cheguei a casa, as uniões dos tacos do chão do hall levantaram, é estranho pisar o chão e sentir as irregularidades, a varanda essa ficou limpa como há muito não era, porque a embalagem do detergente da roupa ficou completamente ensopada, rasgou e a água já era com detergente, foi um dois em um. Ainda não sei se as máquinas da roupa e loiça funcionam, porque ainda não as pude voltar a ligar, o aspirador esse funciona, valha-me isso, a ração do cão e dos gatos escapou e a areia dos gatos só ficou assim para o dura, vá, na parte de baixo do saco.

As coisas que me acontecem... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:51

Para além das notícias (que tanto dispensava) que vou ouvindo ao longo do dia na minha rádio de todos os dias, não vejo noticiários que me deprimem, aliás quase não tenho visto televisão nestas últimas semanas. Se não são as imensas idiotices e disparates do nosso governo, mais falar-se do meu local de trabalho a torto e a direito, são as misérias que vão por esse país fora, as desgraças do mundo, mais programas para gente tola e tudo e tudo e tudo. Não tenho mesmo paciência. Chego a ter dias a fio que nem ligo a televisão, nos que ligo é para ver, ou melhor mais ouvir que ver, dvd’s musicais e ainda alguns filmes. Também tenho usado a função de gravador da Meo box para gravar as minhas séries que vou vendo devagar devagarinho que até para isso a paciência também não é muita. 

E não é que nem lhe sinto a falta? Cada vez leio mais, ouço mais música (o que não é fácil, pois os meus dias normalmente já não passam sem música), dão-me um gozo imenso as minhas aulas de hidroginástica (que até pena tenho de serem só 3 vezes por semana),  navego cada vez mais na Net, fazendo novas descobertas e aprendendo cada vez mais, e cada vez menos navego pelos facebooks, que passo dias sem abrir, blogs em geral e afins. Blogs sim, os muito poucos que considero leitura diária obrigatória, mas não os falam de futilidades e de pessoas que se queixam por tudo e por nada.

Há algum tempo tinha lido num blog que a autora não tinha sequer televisão em casa, e pensei para comigo, como é que é possível? Hoje entendo completamente. A minha está a dar as últimas e isso nem sequer me preocupa, se for, foi. Os meninos têm televisão no quarto deles e chega-lhes bem.

Ainda ontem à noite depois dos meninos dormirem, já sentada no meu momento zen, olhei para ela pensei, podia ligar-te, mas de imediato respondi, paraquê? Estou a gostar muito desta nova fase, anti-tv.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:37

Charles Dickens

07.02.12

 

Mais um doodle maravilhoso, e de muito valor assinalando o bicentenário do nascimento de Charles Dickens. Quem da sua infância não recorda Oliver Twist?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:16

Avô

01.02.12

Mais um ano que passa e eu não posso deixar de me lembrar. O homem da minha vida, se fosse vivo faria anos hoje, 94 mais precisamente. O meu Avô, a minha pessoa especial, o meu pai, o meu exemplo de homem, de vida. Mais um ano, e este ano já vão dez desde que partiu. Meu avô, meu porto de abrigo, meu aconchego, meu tudo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:37

Cara no chão

01.02.12

Novidades fresquinhas, o puto Manuel hoje decidiu aterrar de cara no chão! Estava eu a começar a almoçar com o pessoal lá do trabalho, aniversário de um colega, e até já tinha feito o comentário de como o meu Manuel é uma criança tão "sossegadinha". Toca o telemóvel e vejo o número da escola, logo pensei "já estás!" Dito e feito. 

Ora pois que não correu muito bem. Diz ele quando lá cheguei:

- Eu estava a jogar à bola com os meus amigos e depois mandei com a bola para uma menina, mas foi sem querer, e um amigo meu empurrou-me.

A coisa foi feiota, caiu em cheio em cima de uma pedra que existe no recreio da escola. Nariz a sangrar que não parava nem por nada, inchaço, e pois que ainda nos valeu uma visita ao hospital, um rx, septo nasal ligeiramente desviado, muito gelo, não pode ir à natação até à próxima 2ª e não faz educação física até 4ª feira. No entretanto muito gelo e poucos saltos e pinotes.

Vale-nos o estar bem disposto e sem qualquer outro sintoma de alerta, pois cara no chão nunca se sabe. Este puto é um espectáculo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20


Mais sobre mim

foto do autor


Instagram


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Cátia has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Comentários recentes