Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




...

16.09.10

No limite das minhas forças... é o estado que melhor define o meu nível de cansaço por estes dias. Hoje então ando a arrastar-me, literalmente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:14

Se o primeiro dia no novo ATL foi um tudo ou nada complicado para o Manuel, o primeiro dia no 5º ano para a Bárbara foi terrível.  É a descoberta de todo um novo mundo para a minha menina. Escola nova, colegas novos, escola imensa, colegas à proporção. Cartão electrónico para entrar, para sair, para comprar almoço, para comprar lanche, para compras na papelaria and so on. Disciplinas novas, professores diferentes para quase todas, horários a cumprir, novas responsabilidades. A entrada no 5º ano nunca é fácil, de todo, é aliás a mudança mais marcante, pelo menos assim me  lembro.

Era necessário carregar o cartão para comprar a senha do almoço do dia, a caderneta do aluno e as senhas para os almoços dos dois dias seguintes. A senha do almoço para o próprio dia era só até às 10h00 e ela não conseguiu, estavam muitos meninos na papelaria e o intervalo passou sem chegar a vez dela, ao ver passar o tempo decidiu ir para a aula seguinte para não se atrasar; fez bem, claro. No intervalo seguinte lá conseguiu carregar o cartão, mas já só pôde comprar o almoço de hoje, pois já passava da hora. No meio da atrapalhação, com colegas a passarem-lhe à frente (e ela, tão escaldada que está e na sua ingenuidade, a deixar) e a gozarem-na (infelizmente a descriminação está em todo lado e ela não deixa de usar próteses auditivas bilaterais e de ter um aspecto ligeiramente diferente dos outros meninos, consequência do seu Crouzon) esqueceu-se da caderneta e não comprou mais almoço nenhum. Acabou por, no bar, comprar uma sandes para o almoço (menos mal safou-se).

Teve dificuldades até para preencher a ficha informativa individual do aluno. Mas lá trouxe as dúvidas escritas e mandei-lhe as respostas da mesma forma. Assim como optei por lhe escrever também o que tinha de fazer hoje. Por azar a caderneta estava esgotada e lá ficaram os almoços por comprar outra vez - Oh mãe, assim não fazia como tu disseste com o dinheiro.

Há-de conseguir adaptar-se, não é menos que os outros, pelo contrário, é o que lhe digo sempre.

Ai minha rica filha...que este vai ser um ano difícil. Para mim o difícil foi mostrar-me sempre bem, quando por dentro estava uma angústia só com um 1º dia tão complicado.

 

Com o Manuel e a nova escola, nesta que também é sem dúvida uma etapa marcante, a entrada para o 1º ano, tudo corre lindamente. É um despachado este filho. Gosta da escola, da professora, dos novos colegas, alguns deles também do mesmo ATL, o que também ajuda. 

 

Estão uns crescidos estes filhos, essa é que é essa!! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:41

O Manuel e a Bárbara foram hoje para o novo ATL (esta mãe que é muito galinha, estava mais ansiosa que as crianças, afinal também é tudo novidade para mim).

Com o "puto Manel" era assim: ah e tal eu sou o maior, um reguila de primeira, todos os dias tropelias e etc., etc.. Enfim...era quase uma angústia ir buscá-lo ao infantário e descobrir quais as tolices do dia, e todos os dias eram dias de asneira. Qual não foi o meu espanto quando hoje ao chegar, se agarrou a mim e ao meu vestido, como se não houvesse amanhã, de cara escondida, sem falar, cheio de vergonha. Ele que mete conversa com tudo e todos em qualquer lugar. Nem o reconheci. Foi um caso sério para que lá me largasse e fosse com a nova educadora, a Mafalda que eu achei um doce com os seus meninos. Em jeito de brincadeira, entre um " a quem é que roubaste uns olhos tão lindos? Tu és um menino muito giro" e porque estava com uns imensos bigodes do pequeno almoço, lá foi para descobrir onde lavar a boca. Entre uma brincadeira e outra, assim ficou. O Manuel é tinóni!

Com a Bárbara (que afinal já é crescida - oh mãe eu já sou crescida") foi tudo tranquilo. Chegou, viu, conheceu, foicou admirada com todas as novidades e lá ficou toda contente.

A apontar, foi muito agradável a forma como fomos recebidos, como falam e lidam com as crianças (afinal eles é que interessam), as pessoas e o ambiente voltaram a agradar-me tanto ou mais ainda, agora que os meus filhos passam a fazer parte desta realidade diariamente, do que quando fui visitar o espaço e fazer as inscrições.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:33

Gato Afonso

02.09.10

O gato afonso é um palerma!!! É palerma porque saltou pela janela da sala na passada 6ªfeira e só hoje o consegui encontrar. Mas consegui, isso é que interessa. Foi quase uma semana de sofrimento (só quem tem ou teve animais sabe do que falo), kms e kms percorridos a pé, de carro, vigílias um dia atrás do outro e o gato afonso nem vê-lo. Cartazes espalhados pela rua, nas lojas aqui mais próximas, palavra passa a palavra com a vizinhança. Confesso que estava a perder as esperanças, afinal uma semana é muito tempo quando falamos de um animal perdido.

Andava eu hoje de manhã na rua a dar a voltinha da manhã com a Laika, quando olho para o lado e encostadinho a uma parede próximo de uma conduta de ar de um prédio bem pertinho de casa estava o gato afonso assustado, encolhido, muito sujo e magrinho. Quando o vi nem queria querer, tive de olhar duas vezes, e chamei-o ao que respondeu - miau. Depois ainda entrou para a dita conduta de ar que está desprotegida, mas foi só levar-lhe comida e reconheceu-me de imediato e saiu vindo pedir-me festas. Estava tão contente tadinho, que nem sabia o que havia de fazer, se comer se pedir festas e roçar-se nas minhas pernas. Ficou contente o gato afonso, fiquei eu e os meninos então quando me viram chegar com ele então, ficaram loucos de contentes mesmo. Bem mas como hoje foi dia de trabalho, lá o deixei separado da Laika não fosse a coisa correr mal. Agora à noite enchi-me de coragem a tentei dar-lhe banho, estava imundo, e contra todas as expectativas, correu muito bem. Tomou banhinho e ficou quase limpinho, mas só quase que eu não quis abusar da sorte e foi um banho em jeito de muitas festas e o amigo até gostou. Depois lambeu-se, lambeu-se e lambeu-se. Percorreu todos os cantos à casa, cheirou tudo e todos, está feliz. Agora dorme profundamente, que isto de ser gato e palerma ainda por cima, dá trabalho e cansa.

 

 Quando chegou

 Saindo do banho

 O descanso

 

P.S. - O meu imenso (e é muito pouco, bem sei) OBRIGADO ao Paulo, à Lígia e ao Luís que foram incansáveis nesta aventura "Em busca do gato perdido". 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45


Mais sobre mim

foto do autor


Instagram


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Cátia has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Comentários recentes