Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Insónias

27.11.09

Esta coisa de não dormir anda a dar cabo de mim, mesmo. Nunca fui de dormir muito, verdade seja dita, sempre tive o sono leve, mas não dormir é horrível. Tenho tido mesmo muitas insónias. Durmo 2 ou 3 horas e depois acordo e é um inferno, voltas e mais voltas que não consigo adormecer de novo. Ou então não consigo adormecer, ponto.  Já para não falar das inúmeras noites e que se tornam imensas, por causa dos pesadelos, tenho imensos, ou só porque durmo mal, passo noites inteiras a dormir com a cabeça sempre num reboliço, entre as preocupações e o trabalho. Levanto-me cansada, deito-me quase de rastos, arrasto-me durante o dia. Ando irritadiça, sem paciência para nada nem para ninguém, nem para mim quanto mais. A ajudar à festa, os meus vizinhos de cima fazem barulho de dia e de noite. Esta semana foi particularmente difícil, isto não mata mas mói. Sinto-me a precisar de fazer uma cura de sono. A ver vamos se me consigo pelo menos recompor este fim-de-semana, isto se as crianças deixarem, claro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42

Ontem fui com a minha filha a uma suposta consulta de neuro-oftalmologia no hospital Egas Moniz. E suposta porque quando lá cheguei constatei que afinal se tratava de uma simples consulta de oftalmologia, que para o caso da minha filha não serve de grande coisa. É a realidade que temos, a incompetência do pessoal administrativo que infelizmente faz o que quer e ainda lhe sobra tempo. A requisição de consulta foi feita pelo neurologista, e era especificamente para um determinado médico especialista em neuro-oftalmologia e que acompanha a minha filha desde os 9 meses de idade. Quando questionei o porque daquela alteração a resposta foi "Ah, se calhar foi engano..., pois... também não sei", o que considero surreal quando há uma requisição específica e com pedido de urgente, devido ao problema de saúde da minha filha. Adiante, lá dei as indicações pedidas, e argumentei o possível, e a resposta seguinte "O Dr. não está mas vamos falar mesmo com ele e depois contactamos", mas sempre naquele tom tão pouco convincente que nem sei. Aguardarei pela próxima 4ª feira e a ver vamos.

Outro apontamento maravilhoso foi a higiene, ou melhor, a falta dela, com que me deparei, numa altura em que tanto se fala de gripe A e do seu "hiper-mega" fácil contágio. Quase digno de uma visita do "Nós Por Cá". O vidro de protecção do atendimento estava sujo, sujíssimo, cuspido, cheio de marcas, de "gafanhotos" da imensidão de pessoas que ali vai todos os dias. E é um local onde 1mt de distância não é exequível, de todo, se quisermos ouvir e que nos oiçam, 10cm são demais. E a sujidade não era de um dia, isso vos garanto, quase de vómito, e afinal estava num hospital público. Eu nem queria crer, deu-me vómitos. Todo o serviço deixava mesmo muito a desejar no campo da higiene, mas ao canto lá estava o frasco de álcool desinfectante, quase uma redundância.

Bem sei que é um hospital muito antigo, e etc., o que só me faz pensar como é mal empregue o meu dinheiro dos impostos, e de como está mal a saúde neste país.

Se a minha ideia daquele hospital já não era grande coisa, depois de ontem é sem palavras... A excepção são mesmos os médicos, alguns pelo menos, neste caso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:10

Citador

23.11.09

Adoro!! Descobri este site por acaso enquanto fazia uma pesquisa pelo Google. Estou fã, completamente. Com textos, citações, provérbios, adivinhas, etc., de todos os autores que nos possam passar pela cabeça. Maravilhoso! Cá vai o link, e boas citações!

 

http://www.citador.iol.pt/index.php

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:32

São o bicho papão para a minha filha, que está no 4º ano, e que está a aprender a fazer contas de dividir com dois números no divisor. Até aqui a coisa ia andando e as contas de dividir iam-se fazendo, mas agora... está tudo tramado. Ah pois é! E para mim que tive de me relembrar como se fazem as ditas contas, foi lindo também. Tem sido assim desde o 1º ano, como a minha filha tem um ritmo muito próprio de aprendizagem, lá estou eu sempre a ver com ela tudo o que aprende para a poder ajudar a trabalhar um bocadinho mais do que os outros meninos, para não perder a carruagem. Nunca me vou esquecer de quando ela aprendeu a escrever, eu passava as minhas horas de almoço a treinar para "desenhar" as letras como se fazem na primária. Lembram-se:

 

(imagens do site www.junior.te.pt, um bom auxílio)

E assim foi, desta feita com as amigas contas de dividir. E não tem sido fácil, não foi para mim recordar (males dos tempos modernos em que é tudo facilitado entre calculadoras, computadores e folhas de cáculo) mas está a ser mesmo difícil ajudar a minha filha que não consegue mesmo perceber como se fazem as contas de dividir. Os t.p.c.'s do outro fim-de-semana foram uma luta inglória, por mais exercícios que tentasse que ela fizesse sózinha, mais difíceis pareciam ser as contas. Bem vou trocando recados tanto com a professora de turma como com a de apoio, mas parece qua nada me vale. Mas havemos de lá chegar e este tema há-de deixar de ser um bicho papão!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45

Passando a publicidade neste post, na 6ª feira 13 e no fim-de-semana de 14 e 15 de Novembro, o calçado esteve com 50% de desconto nos hipermercados Continente, e como a ginástica mensal para gerir o orçamento é sempre muita, lá fui eu aproveitar o dito desconto, pois a bem da verdade estava mesmo a precisar de umas botas que as minhas estão “nas lonas”. A acrescer a este desconto ainda tinha um vale de 10% que chegou pelo correio na semana passada, e assim então o desconto passou a 60%. Muito bom. Não foi fácil, mas consegui comprar dois pares de botas que me ficaram pelo preço de um. Claro está que para além de mim, muitas hão-de ser sido as pessoas a procurar o mesmo e quando cheguei à loja da Amadora na 6ª feira à noite, já não havia quase modelos ou números disponíveis, e nos modelos que eu queria eram ou muito grandes ou muito pequenos, e eu comum mortal calço um 38 como se calhar a maioria das mulheres. Mas tive no meio do caos e já desânimo, pois era uma excelente oportunidade, a imensa sorte de me deparar com uma funcionária do têxtil extremamente atenciosa, simpática e competente - reclamo quando tenho de reclamar, mas quando é para elogiar também elogio - que de imediato se disponibilizou em contactar todas as lojas mais próximas até finalmente conseguir encontrar um dos modelos nos confins do armazém daquela loja e o outro na loja de Loures, e prontamente as reservou para mim. Qual odisseia, lá fui então no Sábado ao fim da tarde, sim porque superfícies comerciais ao fim-de-semana para mim só ao fim da tarde ou à noite, e lá comprei as botas e com mais o desconto dos 10% aproveitei para fazer compras para a casa também. E são tão giras as ditas botas! (Gaba-te cesto…)
Confesso que gosto muito destes descontos do Continente, mesmo implicando ter de ir a uma loja em datas às vezes específicas para usufruir dos ditos, acaba por compensar, pelo menos para mim. “Eu conto com o Continente”, nestas alturas pelo menos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:26

Houve na passada 6ª feira, 13 de Novembro, uma festa de S. Martinho na escola do meu filho. Com Menu Adulto e Menu Infantil, o belo caldo verde, bifanas, salgadinhos e a bela da castanha, claro, muitas castanhas. Sou viciada em castanhas!! O objectivo era angariar dinheirinho para a viagem de finalistas, sim porque os meninos da sala têm 5 anos e são finalistas do infantário, que nós queremos ir todos e assim é sempre uma ajuda. Foi organizada pelos pais, educadora da sala e coordenadora da escola, e todos os que participaram trabalharam um bocadinho, e assim se fez uma coisa diferente, havendo oportunidade de convívio entre pais e crianças que normalmente não acontece. Aliás normalmente não passa de um “Olá mãe (ou pai), bom dia (ou boa tarde), como está?”. Foram feitos convites a familiares e amigos também, e listas de participação e tudo. Alguns pais ficaram no assador - emprestado pelo café do bairro, tal como mesas e cadeiras para gente grande -, as mães divididas entre as rifas, venda de doces, cobrar as entradas, ajudar na cozinha, e preparar o refeitório que foi o nosso local de convívio e festa. Eu fiquei na cozinha, e foi uma experiência muito gira. E para as crianças foi o êxtase absoluto, as mães e pais a ajudar, e a cereja no topo do bolo, jantaram na escola!! Estavam loucos, mas felizes. No geral correu tudo muito bem, pena só as pessoas que se comprometeram que participavam e nem apareceram. No final todos ajudaram a arrumar e limpar, pois na 2ª feira tudo tinha de estar impecável para quem chegava às 7h30 da manhã. No final e depois de tanta castanha, o problema foram as imensas e insuportáveis dores de estômago, pois a minha bactéria de estimação - helicobater pilori - dá-se mal com a bela da castanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55

Ora aqui está uma praga e tanto. O tema não é dos mais agradáveis, bem sei, mas quando se tem duas crianças em idade escolar, em casa, não deixa de ser um tema a abordar, infelizmente com muito mais frequência do que eu desejaria. Devemos ser muito poucos os que conseguimos passar a nossa infância sem um episódio de piolhos e lêndeas. Bem de lembro de com 7 anos a minha mãe me levar a cortar bem curtinhos, tipo rapaz mesmo, os meus imensos cabelos. Fiquei tristíssima, custou-me horrores, ainda tenho guardadas as fotos tiradas na véspera da ida ao cabeleireiro. Não é que seja nada do outro mundo e felizmente os tratamentos hoje em dia são até bastante eficazes - e neste campo dou graças à existência da gama Paranix, passo a publicidade, que tem sido uma aliada e tanto – mas é preciso que se façam os tratamentos. Desde o ano lectivo passado que ando em guerra aberta, pois a minha filha mais velha sofre desta praga ora sim, ora sim, um tormento. Os bichinhos aparecem, eu trato e limpo a cabeça da miúda e assim que o efeito do remédio passa (mais ou menos 2 a 2 1/2 semanas) a praga volta, qual maldição, porque infelizmente muitos pais são inconsequentes, descuidados e negligentes, mesmo, com as suas crianças e nada fazem. E não há reclamações à professora de turma nem à directora da escola que me valham. De tal ordem que a escola já ofereceu o tratamento às crianças em causa. A ver vamos se resulta. Para finalizar este tormento até o mais novo que nunca tinha apanhado nada, na semana passada me apareceu com lêndeas. Eu nem queria quer, e logo numa altura em que com a outra criança não se passava nada. Mas com este estou mais descansada, pois lá lhe fiz o tratamento e limpei a cabeça e neste caso a escola está muito mais atenta e não permite que se repita o que vai acontecendo na escola da mais velha. A ver vamos para quando é a próxima batalha.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:08

Fotos

18.11.09

Isto de inserir fotos num blog foi uma verdadeira aventura! É só o que vos digo. Vi-me e desejei-me para conseguir inserir as fotos no post anterior, e ainda assim não ficou como eu queria. Adiante, isto de não se perceber muito de informática, ou neste caso de blogs tem muito que se lhe diga...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:29

 

Ah, pois é! Já foi, e foi muito giro, mesmo. Ora então no domingo dia 8 de Novembro, lá me levantei cedinho e lá fui eu a caminho do Parque das Nações para fazer valer a inscrição que ganhei no passatempo “sapo mulher/ não + pelo” e participar na corrida. Granel por todo o lado, e gajas, muitas gajas, e não só. Também muitos homens, crianças e até canitos, estes últimos com tudo o que tinham direito também, desde a t-shirt ao dorsal. Um must, e eu que deixei a Laika em casa. Se soubesse…, para o ano lá estaremos e se for num fim-de-semana de ter as crianças, também vão. Voltando à corrida, tivemos direito a aquecimento e tudo. Lá estavam umas amigas de um ginásio para pôr aquela gente toda a saltitar para aquecer, música para animar e o Tony Carreira a cantar e tudo! Sim o próprio, foi o êxtase para o mulherio, por incrível que isso possa parecer. É um dos embaixadores desta causa tão nobre que levou 7.000 pessoas a estar ali, mesmo debaixo de chuva e tudo. E também lá estava o amigo Panda – confesso que não entendi bem o contexto, mas lá estava e cheio de energia e animação. E pronto, soou o sinal de partida e lá fui ora correndo ora caminhando – sim, porque afinal a idade não perdoa – mas sempre investindo, sem parar durante os 4km da corrida, e aguentei-me muito bem, melhor até do que pensei. Gostei mesmo muito de participar, e na meta um miminho, uma flor era entregue a cada pessoa que cortava a meta. Nunca tinha participado em nenhuma iniciativa deste género, mas é sem dúvida uma experiência a repetir.  

  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 13:39

Grandes Verdades

04.11.09

 

 

Quando o panorama me parece um pouco mais negro lembro-me sempre deste vídeo, que a bem da verdade não me canso de ver, e consigo ver de novo as grandes verdades da vida que às vezes não vimos assim com tanta clareza. E deviamos, sempre, afinal nada acontece por acaso...

 

Imperdível! Adoro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:28

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Instagram


2019 Reading Challenge

2019 Reading Challenge
Cátia has read 0 books toward her goal of 12 books.
hide



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D



Comentários recentes