Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Parece que não...

Ora então, ataulmente tenho tido paciência zero para ver televisão em geral e notícias em particular. O panorama nacional é assustador e o mundial, esse então, é aterrador. Adiante... antes de ontem por causa das cheias em Lisboa, quis ver o Jornal da Noite, que nos meus tempos de miúda era tão e simplesmente "Telejornal". Qual a minha surpresa ao perceber que na SIC não havia a tradução em Língua Gestual Portuguesa (sim, aquela pessoa que fica ali num canto do ecrã a fazer gestos, mas que é fundamental para milhares de pessoas). Pensei que fosse ocasional... Passei por outros canais e a minha surpresa só aumentou. Afinal mais canais já não tinham intérprete de LGP. pergunto, porquê? Cada vez mais se fala em inclusão, mas afinal é só "para inglês ver", quando toca à realidade a coisa é bem diferente. 

Do que vi, Sic, Sic Notícias e CNN Portugal não têm tradução LGP. Mas tinham

Senhores, botem sentido na RTP, TVI e CMTV. A surdez não é opção, é uma condição. Mais respeito por favor.

É só triste constatar algo assim nos nossos dias. Não tarda estão a fechar os surdos em celas e a esconde-los da humanidade, não? Shame on you...

A2083435-8FE2-4420-9DB0-69BE32CFCFB6.jpegD6037591-879D-4CED-AFFD-A25146B42853.jpeg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:36

Este ano deixei oficialmente de ser mãe de "crianças". O mais novo fez dezoito anos, já é um adulto também. Escrever isto assim de chofre faz-me sentir um nó no estômago. A somar eu estou cada vez mais perto dos cinquenta (que vêm já ali ao virar da esquina... três anos passam num ápice). Estou mesmo a ficar uma cota. É a vidinha a acontecer. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:11

Eunice Muñoz

15.04.22

Soube logo de manhã por questões profissionais que tinha partido a "nossa" Eunice. Não que não fosse expectável, afinal não fica cá ninguém para contar como é que foi, mas ainda assim fiquei triste com a notícia da partida da Eunice Muñoz. Actriz extraordinária, soberba até. Tanto temos a aprender com esta Senhora.

Conseguiu levar a sua carreira ao limite e quase morrer em palco como sempre disse que queria.

Como homenagem deixo este vídeo que me faz tanto sentido neste momento. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:12

Faz hoje um mês que a Rússia invadiu a Ucrânia dando início a uma guerra na Europa, uma guerra que está a acontecer já aqui ao lado afinal. 

Ironia ou não, hoje quando entrei no carro e o rádio ligou passava a música “Dança de um dia normal” do Miguel Araújo. Estava eu a pensar no que será um dia normal nos dias que correm, quando a malta das Manhãs da Comercial falou exatamente no mesmo. 

O que será um dia normal para aqueles milhões de pessoas que estão a viver a guerra na pele…. Será que algum dia voltarão a ter um dia normal? Voltarão às suas vidas a ser normais? Como será que se vive depois da guerra acabar? E quando será que está guerra acaba? 

Andamos todos, e eu não sou exceção, nas nossas vidinhas às vezes a queixarmo-nos de coisas que afinal até são pequenas e a guerra a acontecer aqui tão perto. Podem algumas até não ser tão pequenas assim, bem sei que há coisas e situações muito complicadas na vida de cada um, mas acho que nada se pode comparar com a guerra.

Acho que só quem vive algo tão avassalador pode dar o devido valor. 

As imagens que nos chegam são cruéis, mas uma crueldade real… Fico de coração partido a ver aquelas pessoas, adultos, velhos, crianças (…as crianças então…) com as suas vidas desfeitas, sem saberem ainda o que o futuro lhes reserva, ou até se terão futuro…

E a todos nós o que será que nos espera também? Confesso que a ideia de uma terceira guerra mundial me atravessa o pensamento com alguma frequência. 

Tudo o que mais desejo é que na Ucrânia 🇺🇦 em particular e para a humanidade em geral todos voltem a saber o que é um dia normal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:50

William Hurt

14.03.22

Soube hoje, por acaso, que faleceu ontem o ator William Hurt. Como é que esta notícia me passou ao lado? É verdade que tenho visto muito pouca televisão e notícias idem. Verdade também que o que mais se vê e lê é sobre a guerra na Europa... algo infelizmente avassalador para a humanidade e a acontecer aqui tão perto. Mas não vi nem li uma única referência ao falecimento do William Hurt. Foi em conversa cá em casa que soube, pois ao fazer zapping estava a dar um filme com ele.

Fiquei, aliás ainda estou absolutamente incrédula. Bem sei que o sol quando nasce é para todos e que não fica cá ninguém para contar como é que foi. Mas há pessoas, figuras públicas neste caso, que me marcam e fico triste com a sua morte. Este homem, que foi, para mim, um ator brilhante, é um desses casos. 

Willian Hurt.jpeg

Imagem

Os filmes que mais recordo são "Filhos de Um Deus Menor" e "Turista Acidental".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:49

Depois das novas medidas da DGS e consequentemente do governo, que decidiram aligeirar tudo o que eram restrições, ou quase tudo...vá, a minha entidade patronal decidiu que a partir de amanhã todos retomamos o trabalho presencial.

Quase dois anos depois, tendo em conta que o último dia de trabalho antes do confinamento foi dia 13 de março de 2020, não me sinto preparada para retomar o trabalho presencial a cem por cento. Nestes quase dois anos, tanta coisa mudou, tanta coisa aconteceu. A mim então parece-me que uma vida inteira aconteceu neste entretanto. Acho que as empresas tinham tanto a aprender e aprenderam pouco ou nada, pelo menos a minha. 

Porque não um regime híbrido como até aqui? Sendo que desde o final do primeiro confinamento, todos estávamos a fazer trabalho presencial duas ou três vezes por semana. É tão bom conseguir conciliar a vida profissional com a pessoal quando se trabalha a partir de casa. 

Mas é o que é e manda quem pode, obedece quem deve... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45

... cá estou de volta ao blog. E o que a minha vida mudou nestes seis meses e meio. Um divórcio, uma mudança de casa e toda uma nova vida a acontecer.

Sim, também sei que está uma guerra a acontecer no mundo, que é mais uma "mudança" para a humanidade. Mas a vida de todos nós continua, guerra à parte, e a minha não é excepção.

Começando pelo princípio, bem antes da guerra começar, ainda em Dezembro, um casamento que já há muito tempo não era mais do que uma fachada e que tive coragem de terminar. Uma decisão que só pecou por tardia, para mim e para os meus filhos. Se ao princípio achei que poderia vir a ser uma situação muito complicada, devido à experiência anterior que tive, na realidade acabou por não ser. Embora a iniciativa fosse minha, felizmente foi por mutuo acordo e as coisas foram relativamente "fáceis" de resolver. Para mim não dava mais e se há coisa que aprendi na primeira separação é que a sorte proteje os audazes e as coisas têm-se levado adiante, mesmo com percalços não previsto (ou não fossem percalços...). 

Com a separação veio a mudança de casa que não teria sido possível sem as minhas pessoas especiais, amigos, irmã e cunhado e até o pai dos meus filhos. É tão mais fácil quando temos uma aldeia para nos ajudar, mesmo que seja pequena.

Então e de Agosto (data do último post) até Dezembro? Ora pois que foram meses de muito trabalho (a minha vida profissional não melhora nem por nada) e a minha cabeça não parava nem um minuto de pensar que a vida que eu levava estava muuuuito longe de ser aquilo que eu queria para mim. Há muitos anos que eu não era feliz. Tive discussões imensas comigo mesma, ponderei este mundo e o próximo até tomar a decisão de me divorciar. Não sobrou tempo nem capacidade para mais nada. E os meses foram passando e aqui estamos nós seis meses e meio depois.

Tanto eu como os meus filhos estamos mais leves, felizes e mais unidos do que nunca. Somos pessoas novas, sem dúvida. Tenho cada vez mais a certeza que a vida sabe o que faz e que Nada Acontece por Acaso, mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42

Estou por estes dias a experimentar os cafés frios da Starbucks. Ou melhor apreciar porque já conheço a marca e estes cafés. São maravilhosos e dão para desfrutar em qualquer lugar. 42116010-3AB5-4E04-BBF3-ABA8F6CE360A.jpeg

O Cappuccino frio é perfeito para acompanhar o pequeno almoço num dia de calor. Em casa, na rua ou no escritório, a bebida perfeita para refrescar e saborear.

6D2BC4B3-BAB1-42A7-85D2-0E12B6B5B242.jpeg

O Puto cá de casa é intolerante à lactose, mas até para ele as bebidas frias da Starbucks têm alternativa. Os skinny latte sem lactose são a opção para ele e o mais importante, ele adora :) .

12E3B0E2-FB12-4767-AB35-6BD826133606.jpeg

O meu preferido de sempre é o Caramel Macchiato, seja frio, seja quente adquirido na loja. Sou super fã.

E6C5F682-5A6A-40D1-8E4B-8D6E48BB691F.jpeg

Já o preferido da filha foi o caffe latte. Suave e menos intenso no sabor a café. 

EC8DBC3D-454A-4406-A35A-8BA6853C868B.jpeg

Os frappucinos são para mim a completa novidade nesta modalidade. Levei para a praia (dentro da geleira, claro) e souberam mesmo bem num dia que foi perfeito.

D19772C1-8463-4D76-B8C6-1B1A8E546354.jpeg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:53

08.08.2021 foi primeiro dia de pé na areia este ano. Finalmente. Este ano tardei a praticar a arte de praiar. Com muita pena minha a água estava gelada, mas eu ainda assim fui dar uns mergulhos. Se é para praiar é com tudo e eu feita doida fui a banhos mesmo com sacrifício. O dia, tal como estes últimos, não estava por aí além e o calor também não era muito. Foi o dia de praia possível. 

O marido não tem férias de verão porque mudou de trabalho e temos de aproveitar os fins-de-semana. Como queremos continuar a fugir de confusões e muita gente junta, a opção foi só ir à praia aqui que sabemos que estamos longe disso mesmo. 

2C9FD6AB-4A0C-42CD-B9B5-2B46AC16A988.jpegB8786310-6627-495B-BDC2-905D8EED3C6E.jpegD273AB66-D812-4F4A-A6FB-BE13BCFFC21C.jpegA19BD24C-98B1-4433-945E-FE03B925EEA4.jpeg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:54

Este ano o meu aniversário foi diferente e passado longe do marido e da filha mais velha. Estava de férias com a cria mais nova, já que eles estavam os dois a trabalhar. A vida tem destas coisas e nem sempre tudo corre como planeamos. Aliás raramente corre como planeamos, o mais provável e sermos fintados e acontecer o que tiver de ser, mesmo o que menos esperamos. Já diz o nome deste blog, nada acontece por acaso.

Foram quarenta e seis voltas ao sol num local lindo e na companhia de amigos que são família. Regressei a casa no dia seguinte e à chegada tinha este bolinho catita para comemorar com o marido e a filha também. 

FFA00F09-1A3B-418B-AC94-5F1B6BD71FAF.jpeg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:40


Mais sobre mim

foto do autor


bertrand


Instagram


2021 Reading Challenge

2021 Reading Challenge
Cátia has read 1 book toward her goal of 12 books.
hide




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2010
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2009
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D



Comentários recentes

  • frar

    Os boys e girls do sistema vivem do controlo dos M...

  • vawos la ver

    o dado é : a russia invadiu a ucrania.E agora uma ...

  • vawos la ver

    é mesmo assim : as pessoas nao se questionam, nao ...

  • vawos la ver

    esta guerra foi prevista muitos, muitos anos antes...

  • Anónimo

    F***-se!! é só trampa nessas cabeças!